Segunda-feira, 24 de abril de 2017
Página inicial do clicfilhos.com.br
    

Palavra de especialista

Por Teresa Cristina Rego *


Clique aqui e leia o artigo da pedagoga Teresa Cristina Rego, que analisa o conteúdo educativo da coleção Bebê Mais e ressalta sua influência positiva na socialização e no aprendizado das crianças.

Os DVDs Bebê Mais, assim como outros DVDs destinados às crianças bem pequenas, são extremamente oportunos. Primeiramente, porque praticamente não existe nada em termos de DVD com essas características no mercado nacional. A escassez de produtos com este perfil faz com que as crianças desta faixa etária assistam, na maior parte das vezes, a materiais que não foram planejados especialmente para elas (com exceção dos desenhos, é claro!).



Em segundo lugar, os DVDs proporcionam a possibilidade de a criança interagir com as imagens e com as pessoas que assistirão com ela. A proposta, neste sentido, é muito interessante, já que pressupõe o acompanhamento e a participação ativa de sujeitos (pai, mãe, irmão mais velho, professores etc.), que devem funcionar como mediadores entre a criança e material áudio-visual.



Cabe a eles a tarefa de auxiliar a criança a observar determinadas imagens, a nomear os objetos, a narrar e descrever as cenas, fazer perguntas sobre o que as crianças estão assistindo, enfim, dar significado ao que está sendo visto. Dessa maneira, ao invés de assistir passivamente o DVD, a criança é estimulada a pensar sobre o que está vendo e ouvindo.



Por incitar o diálogo em torno das imagens, os DVDs auxiliam a criança também na difícil tarefa da conquista da linguagem, característica desta faixa etária. Proporcionam, assim, não somente uma boa oportunidade de entretenimento, como também de socialização e aprendizagem.



Os bebês provavelmente se encantarão com os sons e com as imagens coloridas e contrastantes. Já os maiores conseguirão não somente apreciar o som e a imagem, como também reconhecer os brinquedos e objetos presentes em seu cotidiano, perceber nuanças do roteiro (como, por exemplo, as vinhetas ou o conjunto de elementos daquela categoria) assim como as características dos personagens (traços físicos, fala, jeito etc.).



Assim, os DVDs podem ser utilizados ao longo de toda a fase alvo (dos 6 meses aos 4 anos) já que em cada idade poderão aprender coisas novas. Sabemos que as crianças adoram assistir a um mesmo filme inúmeras vezes. Na medida em que forem crescendo, os pais e educadores podem ir tornando mais estimulante e desafiadora a experiência da criança com os DVDs (podem, por exemplo, fazer novas perguntas, ressaltar novos aspectos etc.)



Sobre os DVDs da Bebê Mais, não existe, no Brasil, nada similar. Além de originais, os DVDs - bastante superiores a muitas produções estrangeiras -, têm a grande qualidade de não subestimar as crianças. Ao contrário, com graça, leveza e poesia, as desafiam a aprender com imagens e sons. Além do desenvolvimento intelectual, os DVDs poderão propiciar momentos prazerosos de interação das crianças com seus pais e educadores.



Os filmes são também extremamente bem produzidos. A linguagem adotada, o ritmo das imagens e a sonorização foram criteriosamente selecionados, levando em consideração as características, possibilidades e necessidades da primeira infância. Tenho certeza de que encantarão não somente as crianças como também seus pais e educadores!


Comentário:    
       

Matérias relacionadas

   
O grande reencontro 05/05/2009 às 19:04:00

Em uma grande homenagem ao Dia das Mães, o Clicfilhos conta a você a história de Assílio, que foi separado de sua mãe quando pequeno e, após 30 anos, conseguiu reencontrá-la por meio da Internet.

   
As dificuldades do autismo 26/07/2001 às 14:12:00

Autismo é uma questão delicada, que muitos pais têm dificuldades em aceitar e tratar da forma correta. Conheça melhor as faces dessa condição.

   
Caminhos para uma boa pesquisa 10/04/2002 às 15:29:00

Para que uma pesquisa renda bons frutos é preciso método, discernimento e foco no assunto. Ensine seu filho a descobrir tesouros numa biblioteca, real ou virtual!

   
Problemas todos temos 11/07/2002 às 14:11:00

Dificuldades em casa: ansiedade, medo, vergonha de partilhar? Quando e por que abrir o jogo na escola?

   
Limites diante da telinha 11/06/2001 às 16:08:00

A televisão é extremamente poderosa e, se os pais não abrirem os olhos, correrão o risco de conviver muito pouco com seus filhos. Quantifique as horas e analise os programas que seu pimpolho está assistindo.E não esqueça que noticiário violento não é prog