Quinta-feira, 25 de maio de 2017
Página inicial do clicfilhos.com.br
    

Yoga para gestantes

Por Lu Correah *


Mulheres grávidas podem fazer yoga? A resposta é sim! Saiba quais são os benefícios desta atividade para as futuras mamães.

A palavra yoga, que em sânscrito significa união, representa a união do corpo com a mente e o espírito. Através da prática de concentração, exercícios respiratórios e posturais, relaxamento e meditação, o yoga proporciona bem-estar à gestante, ajudando-a na formação de um elo de amor e de conexão com o bebê, além de transmitir-lhe paz e segurança.


Durante e após as sessões, a praticante de yoga conhece uma profunda sensação de paz e quietude. Essa tranqüilidade é, aos poucos, ampliada para o seu dia-a-dia, diminuindo sua ansiedade e proporcionando um autocontrole frente os obstáculos apresentados pela vida.

Conheça as técnicas de yoga

Uma das técnicas utilizadas no yoga é a concentração. Voltando a atenção para a respiração, a futura mamãe se desliga das preocupações, se interioriza e entra em contato com o bebê. Conscientiza-se do milagre que está acontecendo no seu corpo, no ser perfeito que está sendo gerado em seu útero.

Pranayama é o nome dado às técnicas de respiração, que constituem uma das vertentes centrais do yoga. Prana é a energia vital do universo, presente em todas as formas de vida. Ao respirar, a gestante leva o prana para todo o seu corpo, revitalizando todas as células do seu corpo e do bebê. Quanto melhor ela respirar, mais energia terá, maior será sua resistência ao cansaço e alcançará um sono mais profundo e reparador. A respiração profunda e tranqüila ajuda a controlar a ansiedade, a raiva e o medo.


Os Ásanas são posturas destinadas a tornar o corpo, a mente e o espírito saudáveis, flexíveis e fortes. Durante a gestação não é permitido realizar todos os ásanas, por isso, é de suma importância que a futura mamãe os pratique com auxílio de um profissional especializado. A gestante precisa dar ênfase às posturas que fortaleçam a musculatura, especialmente a pélvica, flexibilizem a coluna, equilibrem o sistema endócrino, as emoções e a preparem para o parto.


A meditação é o ato de cultivar o silêncio interior e a serenidade. A prática regular e duradoura da meditação nos mantém em contato com a parte mais profunda de nós mesmos, acalmando o turbilhão de pensamentos e emoções do dia-a-dia. O Yoganidrá, o sono do yoga, é um estado de consciência entre o sono profundo e a meditação. Neste estado de descontração, a gestante entra em contato com o bebê, acompanha o seu desenvolvimento, cria um vínculo de amor e prepara a si mesma e a seu filho para o momento do parto. O resultado é o nascimento de um bebê tranqüilo e um adulto seguro, ciente de suas qualidades, da divindade que habita o seu ser!

Pratique!

Agora, descreverei um exercício de respiração realizado em sala de aula. Se a gestante quiser, pode praticar em casa.


Deite-se de barriga para cima, deixe os braços ao longo do corpo, as palmas das mãos voltadas para o teto. Volte a atenção para a respiração. Sinta o ar entrando pelas narinas, preenchendo os pulmões, indo ao coração e partindo para todo o corpo. Visualize que, ao inspirar, você leva o prana, mini-partículas de luz brilhante, para todo o seu corpo e do bebê, revitalizando todas as células. Pratique por alguns minutos. Lentamente volte sua consciência para o seu corpo, mexendo as extremidades, passando a língua nos lábios e preparando-se para deitar de lado e se sentar.


Namaste!


* Lu Correah é professora de Yoga.
Tel: (11) 8298-1340.
E-mail: lucorreah@yahoo.com.br


Comentário:    
       

Matérias relacionadas

   
Emagrecendo após a gravidez 10/09/2001 às 15:48:00

Descubra os exercícios mais indicados e algumas dicas para que a mamãe emagreça após a gestação.

   
Síndrome de Down 23/11/2000 às 17:03:00

Aprenda mais sobre a síndrome que afeta milhares de crianças ao redor do mundo. Não há cura para ela, mas os tratamentos já garantem uma melhor qualidade de vida para essa população.

   
Respirar pela boca prejudica a postura 03/10/2003 às 15:49:00

Ombros caídos, barriguinha saliente, joelhos projetados para trás, boca sempre aberta, aspecto cansado. Essa é a postura típica de alguém que respira pela boca. Saiba como identificar e tratar esse problema.

   
Filho, um sonho cada vez mais possível 27/03/2001 às 14:41:00

Há casais que sonham ter um bebê, mas enfrentam o pesadelo da infertilidade. Um especialista em Endocrinologia Reprodutiva pode indicar o caminho para reverter a situação.