Domingo, 23 de abril de 2017
Página inicial do clicfilhos.com.br
    

Convivendo com o diabetes

Por Luiza Helena Marcondes *


Crianças diabéticas merecem uma vida normal e sem problemas. Com a correta alimentação e o uso adequado de insulina, sempre sob orientação médica , seu filho mal se lembrará da doença.

Correr, brincar e comer à vontade são a síntese de uma infância saudável, e gostosa. Mas isso nem sempre é possível. Os diabéticos mirins que o digam! Seguem uma dieta alimentar rigorosa, onde açúcar não tem vez! É "palavrão" no cardápio dessa meninada.



Tânia Rodrigues, nutricionista e diretora técnica da RGNutri Consultoria, em São Paulo, diz que o adoçante, em pequena quantidade, é grande aliado para os diabéticos. Doces e balas nas versões diet ou light, também, pois o nível de açúcar é bem reduzido.


Tudo com acompanhamento médico, é claro. O doutor é quem determinará o que pode ser consumido e ajudará seu filhote a conviver com o diabetes sem traumas e com bom humor. Ele pode - e deve! - ter uma rotina normal, desde que modere a ingestão de doces.

Abaixo o açúcar!

Suco de frutas com algumas gotinhas de adoçante é uma boa pedida. Já a palavra refrigerante não deve sequer fazer parte do vocabulário da criança diabética: além de conter açúcar, não tem qualquer valor nutritivo e nem hidrata o organismo.


Caso não haja saída, o refrigerante diet é uma opção. Mas não se esqueça de que alterações na dieta merecem consulta ao médico. Somente ele saberá dizer qual é o limite a ser respeitado para não alterar o nível de açúcar no sangue do seu filho.


Bolo, brigadeiro e beijinho são uma tentação, não é? Convença seu pequeno de que esses doces são muito açucarados e fazem mal à saúde dele. Diabetes é coisa séria e uma das seqüelas mais comuns da doença - para quem não se trata - é a perda da visão. Os produtos dietéticos, em pequena quantidade, são a salvação.

Frutas e legumes liberados

Descartar todas essas maravilhas açucaradas do cardápio infantil não é tarefa fácil. Mas não há nada que uma reeducação alimentar não resolva: sempre tenha frutas diferentes à mão. Variedade não faltará, graças ao clima tropical do país; à tarde, troque o leite com achocolatado por um suco de laranja e, na lancheira escolar, dispense a bolacha recheada e coloque uma maçã.


A mudança, além de saudável, não compromete o quadro clínico do diabético. Tânia Rodrigues garante que a criança ficará bem alimentada e satisfeita. Complementa dizendo que o consumo de legumes e de frutas, aliado a uma atividade física prazerosa, é uma ótima combinação no controle da doença.


Comentário:    
       

Matérias relacionadas

   
Receitas especiais para diabéticos 10/03/2003 às 10:29:00

Criança que sofre de diabetes não precisa abrir mão da sobremesa. Aprenda a preparar doces com produtos dietéticos!

   
Milho, o rei dos cereais. E da garotada! 15/09/2003 às 20:36:00

O milho faz um enorme sucesso entre as crianças e, além de saboroso, é muito nutritivo. Aprenda a fazer doces e salgados deliciosos com esse cereal. As receitas são da turma do Sitio do Picapau Amarelo!

   
Meu filho não quer comer! 11/04/2003 às 12:25:00

Por mais que você se esforce, ele vira o rosto, faz cara feia, chora e se recusa a comer. Saiba porque isso pode estar acontecendo com seu filho.

   
Família e aprendizagem 02/04/2002 às 13:45:00

A dificuldade em aprender, que pode estar na base do fracasso escolar, nunca depende de um único fator. Mas saiba que a dinâmica familiar pode contribuir para esse quadro.

   
Cabeça feita contra a AIDS 08/04/2002 às 13:34:00

Atualmente os jovens são as maiores vítimas da Aids. A imaturidade, aliada à falta de informação, é um dos fatores que contribui para essa situação.