Quarta-feira, 28 de junho de 2017
Página inicial do clicfilhos.com.br
    

Proteja se contra a conjuntivite!

Por Carla Oliveira * em 24/10/2006


De tempos em tempos ocorrem surtos de conjuntivite viral. Saiba o que fazer para se proteger!



A conjuntivite é uma inflamação na membrana que recobre a parte externa do olho, e pode ter diversas causas, como reações alérgicas, contato com substâncias químicas, ou vírus e bactérias. As conjuntivites virais e bacterianas são contagiosas, sendo a do tipo viral a que é normalmente responsável por epidemias. É deste tipo que iremos tratar nesta matéria.

A propagação da conjuntivite é muito rápida, pois o vírus é transmitido com facilidade. A principal forma de transmissão é pelo contato físico com uma pessoa contaminada ou objetos utilizados por ela. No entanto, ambientes fechados como ônibus, escritórios, salas de aula e cinemas também podem se tornar um verdadeiro foco de conjuntivite caso tenha alguém contaminado.

Atenção aos sintomas!

Os sintomas mais comuns da conjuntivite são: ardor nos olhos, vista embaçada e avermelhada, coceira, lacrimejar constante e sensação de areia nos olhos. O paciente pode sentir desconforto, dificuldade em abrir os olhos pelo inchaço e fotofobia - aversão à luz. Ao notar estes sintomas, evite contato com pessoas não infectadas e procure um oftalmologista. Se você usa lentes de contato, suspenda o uso das lentes até ir ao médico.

A conjuntivite viral não necessita de medicação específica, apenas de alguns cuidados até que a doença regrida, o que pode levar até 15 dias. Porém, é fundamental consultar um oftalmologista para que ele avalie o seu caso, principalmente se estiver sentindo baixa de visão, que pode ser sintoma de alguma complicação. Veja algumas dicas para tratar a doença:

  • Não use colírios sem prescrição médica, pois alguns podem agravar ainda mais o problema.

  • Faça compressa gelada com água filtrada ou soro fisiológico embebidos em um algodão, 4 ou 5 vezes por dia, durante 10 minutos.

  • Não fique cutucando ou coçando os olhos.

  • Se possível, afaste-se do trabalho por uma semana.

  • Use toalhas de rosto e fronhas exclusivas e troque-as diariamente.

  • Lave as mãos e o rosto várias vezes ao dia.

    Precauções importantes

    Se você convive com alguém que está contaminado, em casa ou no trabalho, e deseja se proteger, preste atenção aos seguintes cuidados:

  • Evite ambientes fechados

  • Limpe com álcool os objetos de uso comum

  • Lave as mãos com freqüência.

  • Não beije ou abrace pessoas contaminadas.

  • Separe toalhas de rosto e banho e sabonete para seu uso exclusivo.

  • Casais devem dormir separados por alguns dias


    Fonte:
    Sociedade Brasileira de Ofatalmologia
    http://www.sboportal.org.br/sbo/scripts/ap/destaques/2.asp


  • Comentário:    
           

    Matérias relacionadas

       
    Abuso sexual contra crianças 14/08/2004 às 14:27:00

    Na grande maioria dos casos de abuso sexual contra crianças, o agressor é um parente ou conhecido da família. O que fazer para evitar essa ameaça que parece tão próxima?

       
    Paz em casa 31/07/2002 às 13:46:00

    Dicas preciosas da revista Meu Nenê e Família

       
    Arte à Primeira Vista: Páginas de uma história 19/09/2014 às 16:34:58

    Se você mora em Belo Horizonte ou vai passar por lá nas próximas semanas, não pode deixar de conferir a mostra de arte contemporânea que vai encantar as crianças e os adultos.

       
    Milho, o rei dos cereais. E da garotada! 15/09/2003 às 20:36:00

    O milho faz um enorme sucesso entre as crianças e, além de saboroso, é muito nutritivo. Aprenda a fazer doces e salgados deliciosos com esse cereal. As receitas são da turma do Sitio do Picapau Amarelo!

       
    Sol na medida certa 29/01/2001 às 14:13:00

    O sol faz bem à saúde, mas nada de exageros. Nem muito nem tão pouco. Conheça os segredos para manter a pele de seu filhote bem cuidada e longe das agressões das queimaduras.