Quarta-feira, 13 de dezembro de 2017
Página inicial do clicfilhos.com.br
    

Real ou virtual, biblioteca é fundamental

Por Norma Leite Brandão *


Qualquer uma delas tem seu lugar nos tempos atuais, dependendo do objetivo e da necessidade. O importante é que esteja presente na vida de crianças e jovens.

Atualmente, ao se falar na importância da leitura na vida dos filhos, o que se vê nas famílias é a busca por livrarias e, muitas vezes, o consumo indiscriminado de livros. Sim, os pequenos e adolescentes precisam mesmo formar sua pequena biblioteca doméstica. Isso é fundamental para o desenvolvimento do prazer e para a busca do conhecimento.


Seria importante, no entanto, que se refletisse sobre outra forma de coleta de material para leitura: o uso mais sistemático das bibliotecas, virtuais ou reais.
Ambas têm seu lugar e desempenham um papel, muitas vezes, insubstituível.

A aura, o ritual

Esteja certo: livraria alguma consegue colocar ao alcance da criança o acervo e o "espírito" de busca que uma boa biblioteca oferece, em seu espaço físico. Falar em "espírito" de busca é falar naquela aura mágica que envolve o cheiro dos livros, as obras catalogadas, os prazos de retirada e devolução, o silêncio que permeia esse ambiente.


Sim, porque entrar nesse espaço, é uma ação que contempla um verdadeiro ritual. Nós nos sentimos pequenos, diante de tanta coisa produzida pela humanidade, não é mesmo? Nesse sentido, o acervo de uma biblioteca é como um santuário em que o mundo é descortinado para aqueles que têm curiosidade para buscar, paciência para pesquisar e olhos para mergulhar no passado.

Os tempos modernos

Bem, mas você, com o espírito prático que possui pode argumentar: mas, com a vida corrida que temos, a biblioteca real ainda tem seu lugar mesmo? Não é mais fácil acessarmos o que quisermos pela Internet? O mundo não caminha nesse sentido?


Caminha sim. Provavelmente, a cada dia, mais e mais obras serão disponibilizadas pela rede. Mas não é disso que estamos falando aqui. Se nosso assunto é a formação dos filhos, se queremos que eles desenvolvam pré-requisitos básicos, a visita às bibliotecas reais é uma parte dessa tarefa, complementada por livrarias e pelo material online disponível.


Ensinar os filhos a freqüentar uma biblioteca - da escola ou do bairro - é tocar em alguns aspectos fundamentais para seu desenvolvimento. O primeiro deles aponta para a compreensão de que nem todo conhecimento precisa ser comprado. A produção cultural do homem está disponível a qualquer um que dela necessite.


Conseqüentemente, o segundo aspecto reside no fato de fazer com que a criança selecione o que deseja efetivamente comprar e o que pode, simplesmente, "emprestar" de um acervo. Esses dois itens são essenciais num mundo que só aponta para o consumo e que não nos dá tempo de refletir, usando o discernimento e a crítica. Em tempos em que o dinheiro está curto, vale mostrar-lhes caminhos alternativos e mais inteligentes.


Como se não bastassem essas razões, a visita sistemática a uma boa biblioteca proporciona aos filhos elementos que produzem autonomia: trabalharão com escolhas, com prazos de retirada e de entrega, responsabilizando-se por eles. Lembre-se, trabalhar com prazos é sistematizar a leitura, é obrigá-los, de certa forma, a obedecer a um tempo, em casa, pré-determinado, para o cumprimento dessa tarefa. O mais interessante disso tudo é que esse tempo não será estabelecido por você, mas pela própria biblioteca. Isso muda tudo.


Mas, talvez, o maior benefício mesmo seja descortinar, concretamente, a quem amamos a imensidão dos saberes produzidos pelo homem, ao longo de tantos séculos.


* Norma Leite Brandão é pedagoga e educadora.


Comentário:    
       

Matérias relacionadas

   
O grande reencontro 05/05/2009 às 19:04:00

Em uma grande homenagem ao Dia das Mães, o Clicfilhos conta a você a história de Assílio, que foi separado de sua mãe quando pequeno e, após 30 anos, conseguiu reencontrá-la por meio da Internet.

   
Caminhos para uma boa pesquisa 10/04/2002 às 15:29:00

Para que uma pesquisa renda bons frutos é preciso método, discernimento e foco no assunto. Ensine seu filho a descobrir tesouros numa biblioteca, real ou virtual!

   
Histórias da Arte para crianças 08/11/2012 às 18:49:50

Não tem jeito melhor de conhecer a vida e a obra de artistas contemporâneos brasileiros! Não deixe de levar seu filho!

   
O computador na sala de aula 07/06/2002 às 15:06:00

As escolas se informatizam... mas o que isso realmente representa de benefício para seu filho nesse momento?

   
Um Natal cheio de livros 14/12/2000 às 16:59:00

Você está procurando um presente que seja sucesso garantido? Então dê uma olhada nessa seleção de livros. Aqui você vai encontrar histórias saborosas, engraçadas e muito bem escritas. Abra as portas do mundo da fantasia para as crianças!