Segunda-feira, 25 de setembro de 2017
Página inicial do clicfilhos.com.br
    

Não basta ser pai, é preciso participar!

Por Dr. Thomaz Rafael Gollop * em 24/11/2000


Faça com que o futuro papai acompanhe todas as fases da gestação. Essa cumplicidade é importante para você e para o seu bebê.

Num passado não muito distante, gravidez era assunto que só interessava às mulheres. Hoje, a participação do marido/companheiro nas mais variadas fases da gestação é fato comum, e sua presença na sala de parto virou rotina em diversos hospitais.


O pai do bebê tem um papel importantíssimo nessa fase tão especial. Sua participação - de corpo e alma - pode ajudar a resolver rapidamente muitos problemas da futura mamãe, especialmente no terreno emocional. Por isso é bom que ele esteja consciente de tudo o que se passa dentro de você. E, para facilitar essa cumplicidade, envolva-o na totalidade de sua rotina e de suas preocupações. Quando o filhote chegar, ele já estará habituado a dividir alegrias e problemas e se sentirá mais confortável diante do fato de que, agora, terá de compartilhar até você.


* Dr. Thomaz Rafael Gollop é obstetra, ginecologista, geneticista; professor responsável pela disciplina Aconselhamento Genético do Curso de Pós-Graduação no Departamento de Biologia do Instituto de Biociências da Universidade de São Paulo.


Comentário:    
       

Matérias relacionadas

   
Manual do ficar, especial para pais 17/06/2002 às 15:36:00

Para os pais que não viveram a onda do "ficar".

   
Como amamentar após o retorno ao trabalho 24/03/2006 às 13:42:00

A licença maternidade está no fim e logo você terá de voltar ao batente, mas não quer deixar de amamentar seu filho. O que fazer?

   
Emagrecendo após a gravidez 10/09/2001 às 15:48:00

Descubra os exercícios mais indicados e algumas dicas para que a mamãe emagreça após a gestação.

   
Sol na medida certa 29/01/2001 às 14:13:00

O sol faz bem à saúde, mas nada de exageros. Nem muito nem tão pouco. Conheça os segredos para manter a pele de seu filhote bem cuidada e longe das agressões das queimaduras.

   
Como lidar com a erotização precoce 03/05/2001 às 14:46:00

O medo dos pais em deixar seus pequenos com o controle-remoto nas mãos é justificável. Sabe porquê? Alguns programas de televisão estão assustando até os adultos mais liberais.