Quinta-feira, 22 de junho de 2017
Página inicial do clicfilhos.com.br
    

Conheça a aromaterapia

Por Julienne Gananian *


Descubra as propriedades dos óleos essenciais e como a aromaterapia combate problemas do dia a dia.

Os aromas são poderosos. Quantas vezes você já não sentiu algum que lembrasse um momento, uma pessoa ou mesmo uma época? Um cheirinho de madeira, por exemplo, que recordasse a casa dos avós ou o delicioso perfume da lavanda que, inconscientemente, trouxesse o cuidado e o aconchego da infância? "Os aromas agem nos centros cerebrais, provocando reações emocionais ou físicas" afirma a aromaterapeuta Samia Maluf.


Há muito tempo já se utiliza essa ciência para o embelezamento ou mesmo para a cura física e mental das pessoas, mas somente nos últimos anos o ocidente buscou descobrir e se aprofundar na aromaterapia. A base principal são os óleos essenciais, retirados de substâncias naturais presentes nas plantas, folhas, cascas, raízes e sementes. Cada um possui propriedades específicas e, normalmente, as flores e frutos trabalham com nossas emoções e as folhas com a parte respiratória, sendo vaso-dilatadoras e estimulantes.

Equilibrando a casa e o trabalho

"A aromaterapia trabalha de maneira natural e holística. Os óleos atuam restaurando as energias curativas e proporcionando o balanceamento entre corpo, mente e espírito" explica Samia. A aplicação depende do objetivo de cada um: a lavanda e o tea tree, por exemplo, agem diretamente sobre a pele, atuando como regeneradores celulares.


Uma dica para harmonizar o ambiente e as pessoas à sua volta: pingue em aromatizadores algumas gotinhas dos óleos, dependendo do "clima" que você quer proporcionar. Em casa, para restabelecer a calma e o equilíbrio, Samia sugere a lavanda. No trabalho, para ativar a concentração e combater o estresse recomenda o alecrim.

Massagens, banhos e cremes

Quem não adora uma massagem? Alguns produtos chamados "carreadores", como os óleos de gergelim, uva, amêndoas, funcionam como base para que os óleos essenciais e suas propriedades penetrem na pele, atingindo a corrente sangüínea durante a massagem. Além disso, você acrescenta em cremes para o corpo, na banheira ou mesmo na bucha de banho algumas gotinhas dos óleos construindo um "mini-spa" para você ou para sua família.

Óleos e suas propriedades

Conheça algumas propriedades dos óleos essenciais e veja qual se adapta melhor ao seu estilo de vida.


Lavanda: anti-séptico, analgésico, cicatrizante, alivia a tensão, o cansaço e a depressão.


Alecrim: estimulante, expectorante, alivia dores reumáticas e musculares, melhorando também a memória e a atenção.


Bergamota: anti-séptico, antidepressivo e sedativo, ameniza crises emocionais e o estresse.


Canela: estimulante, anti-séptico, ajuda no combate de infecções, resfriados, gripes e dores em geral.


Cipreste: adstringente, diurético e calmante, melhora a circulação, diminuindo a tensão e o nervosismo.


Laranja: calmante, sedativo, ameniza a prisão de ventre, os problemas diuréticos e a ansiedade.


Mas atenção, a aromaterapeuta lembra dos principais cuidados: "óleos como o de alecrim, manjerona, mirra, pimenta-negra, entre outros, devem ser evitados durante a gravidez. Se você estiver sob tratamento homeopático ou sofrer de epilepsia, consulte o seu médico".


Comentário:    
       

Matérias relacionadas

   
O grande reencontro 05/05/2009 às 19:04:00

Em uma grande homenagem ao Dia das Mães, o Clicfilhos conta a você a história de Assílio, que foi separado de sua mãe quando pequeno e, após 30 anos, conseguiu reencontrá-la por meio da Internet.

   
Limites diante da telinha 11/06/2001 às 16:08:00

A televisão é extremamente poderosa e, se os pais não abrirem os olhos, correrão o risco de conviver muito pouco com seus filhos. Quantifique as horas e analise os programas que seu pimpolho está assistindo.E não esqueça que noticiário violento não é prog

   
Violência dentro de casa 05/11/2001 às 17:35:00

A violência doméstica ocorre por meio de agressões físicas ou verbais, desestruturando a família.

   
Sem pressa para sair de casa 19/07/2003 às 10:49:00

Hoje em dia, é comum que filhos continuem morando com os pais, mesmo depois de adultos. É a chamada "geração canguru"!

   
Paz em casa 31/07/2002 às 13:46:00

Dicas preciosas da revista Meu Nenê e Família