Sexta-feira, 28 de abril de 2017
Página inicial do clicfilhos.com.br
    

Be a bá do bebê, cursos para gestantes

Por Julienne Gananian *


As mães e pais "grávidos" sentem, muitas vezes, medo, insegurança e acham que só eles estão passando por isso! Saiba mais sobre os cursos para gestantes e seus benefícios.

Como será o parto? Quantos quilos eu deveria engordar durante a gravidez? Meu marido poderá assistir ao nascimento do bebê?


Os pais de primeira viagem geralmente se perdem no meio de tantas dúvidas e, na hora de se aconselhar com alguém, nem sempre encontram respostas corretas ou de confiança. Para ajudá-los durante este período existe uma série de cursos para gestantes, cada um com sua filosofia e métodos para ensinar. Confira, abaixo, alguns benefícios dos cursos.



  • A integração entre as mamães grávidas ajuda a aliviar parte da ansiedade - afinal quem não tem suas dúvidas e inseguranças?- levantando ainda mais o astral!


  • Você pode aprender exercícios específicos para facilitar a dilatação, melhorar a respiração ou mesmo corrigir a postura, evitando desconforto durante a gestação ou parto. Lembre-se de consultar o seu obstetra para verificar se você está liberada para fazer este tipo de atividade.


  • Dicas após o nascimento do bebê também são trocadas nesses cursos. Assim, os pais aprendem os benefícios da amamentação, cuidados de higiene com o bebê e ganham confiança, que será fundamental quando o bebê nascer.


  • A participação do pai em alguns cursos é optativa, mas trata-se de uma ótima forma de estreitar os laços da família e, desde já, dele entrar em contato íntimo com a criança.


  • Questões sobre o trabalho de parto e nascimento também são discutidas, apresentando diversas opções para os casais em relação ao tipo e posições para o trabalho de parto, além de dicas para facilitar o processo expulsivo, facilitando o nascimento do bebê.



  • Massagens e técnicas para aliviar a dor das contrações e relaxar as tensões são ensinadas e ensaiadas.


  • Procure também saber mais detalhes sobre o uso de anestesia e os procedimentos hospitalares caso haja necessidade da cesariana. Assim você ficará informada e mais tranqüila na hora do parto.



    Por fim, procure saber se a equipe que ministra o curso é formada por especialistas no assunto, como psicólogos, obstetras ou pediatras, garantindo sua segurança e, claro, a do bebê também!

    Onde encontrar os cursos?

    Procure se informar sobre cursos para gestantes nos principais centros de saúde da sua cidade.

    Abaixo, selecionamos alguns locais que oferecem esses cursos na cidade de São Paulo.

    SÃO PAULO - SP


    HBSC - Hospital e Maternidade São Camilo - Pompéia

    Unidade Pompéia: Avenida Pompéia, 1178 - Pompéia
    Tel.: (11) 3677-4444
    E-mail: visitantes@saocamilo.org.br
    Curso Gratuito



    Instituto Fleury

    Auditório da Unidade Paraíso do Fleury
    End.: Rua Cincinato Braga, 282 - 5ºandar - Paraíso
    www.fleury.com.br


    Unidade Materno-Infantil Albert

    Endereço: Avenida Albert Einstein, 627/701 - 7º, 8º e 9º andar
    Prédio Manoel Tabacow Hidal (Bloco D) - Morumbi
    Cep: 05651-901 - São Paulo - SP
    Telefone: (11) 3747-1233
    Fax: (11) 3747-2526


  • Comentário:    
           

    Matérias relacionadas

       
    Violência dentro de casa 05/11/2001 às 17:35:00

    A violência doméstica ocorre por meio de agressões físicas ou verbais, desestruturando a família.

       
    Desemprego, Mantenha a calma 03/09/2001 às 15:15:00

    O medo é geral: perder o emprego traz ansiedade e insegurança para a família. Descubra como enfrentar a situação sem tanto sofrimento.

       
    Paz em casa 31/07/2002 às 13:46:00

    Dicas preciosas da revista Meu Nenê e Família

       
    Convivendo com um deficiente 13/09/2001 às 14:23:00

    A família de um portador de deficiência mental é especial. Saiba como lidar com a diferença entre os filhos, educando-os de forma equilibrada, realista e verdadeira.

       
    Como amamentar após o retorno ao trabalho 24/03/2006 às 13:42:00

    A licença maternidade está no fim e logo você terá de voltar ao batente, mas não quer deixar de amamentar seu filho. O que fazer?