Quarta-feira, 24 de maio de 2017
Página inicial do clicfilhos.com.br
    

Um dia no parque

Por Luiza Helena Marcondes *


Esqueça a agitação do dia-a-dia e faça com as crianças um passeio diferente: divirtam-se no parque!

Você está na cidade e não sabe como se divertir com as crianças? Saiba que não é preciso muito dinheiro, apenas disposição e uma boa dose de energia para acompanhar o ritmo dos pequenos.


Escolha um dia ensolarado, com temperatura agradável, para passar um dia no parque. Aproveite esta oportunidade para brincar com as crianças ou simplesmente curtir a natureza em companhia da família. Já que os pequenos são o principal motivo do passeio, arrume uma belíssima cesta de piquenique, uma mochila com ítens básicos para atender às suas necessidades e prepare o carro para levar bicicletas, patins, skates e patinetes.


Se as crianças ainda forem pequenas, esse é o local ideal para ensiná-las a pilotar esses brinquedos sobre rodas. Ou então deixe a molecada livre e à vontade para correr e brincar muito, sem a preocupação dos perigos do trânsito ou da falta de espaço que normalmente impede os pequenos de praticar suas aventuras no dia-a-dia.

Equipamentos de segurança

Não esqueça de levar os equipamentos de segurança como capacete, cotoveleiras, luvas e joelheiras. Eles são extremamente importantes para a pratica de qualquer esporte sobre rodas, pois diminuem os riscos de fraturas e arranhões nas partes do corpo mais vulneráveis à queda como mãos, joelhos e cotovelos.


Se seus filhos ainda não possuem esse kit básico, trate de providenciar. Eles são um passaporte para o seu sossego! Quando for comprar, leve a criança junto: ela deve experimentar cada peça e sentir-se confortável. O capacete deve ser aconchegante: teste vários formatos e opte por aquele que melhor se ajustar a cabeça de seu filho. Faça o mesmo com outros itens de proteção.

Operação proteção

Seja andando de bicicleta, patins, skate ou patinete seu filho precisa estar bem protegido. Quando chegar ao parque comece a operação "robozinho". Mesmo que ele reclame e choramingue dizendo que não vai usar os equipamentos (porque são feios, porque o colega não usa, porque está calor - as desculpas são as mais variadas!) não ceda aos argumentos.


Lembre-se: apesar do chão ser o limite, ele é duro e áspero, portanto não vale à pena facilitar. Os mais experientes sabem bem disso: nas competições de ciclismo ou skate nada é mais normal que assistir alguém se "arrebentando". Não vacile!

O primeiro tombo a gente nunca esquece

Se seu filho ainda não sabe pilotar a bicicleta ou não consegue se equilibrar sobre os patins, fique junto dele. Segure-o e encoraje-o. Nas primeiras vezes, é natural que criança caia mas é caindo que se aprende.


Para diminuir um pouco o risco de acidentes é essencial que o brinquedo seja do tamanho adequado. Então, nada de ensinar uma criança a andar numa bicicleta de aro 20, quando ela deveria estar numa pequena. Verifique, também, as condições do local: prefira terrenos planos - de terra ou de asfalto - sem pedras ou buracos.


Caso seu filho seja mais experiente e já domine o skate, o patins e os outros brinquedos de roda, capriche nas recomendações: peça que tenha cuidado com os pedestres, que costumam dividir as pistas com o esportistas.

Um papagaio e uma rabiola

Outra forma de aproveitar bem o dia é empinando pipas. Escolha um lugar seguro e adequado longe de árvores e rede elétrica para que o papagaio não enrosque. Outro lembrete importante é evitar o contato com o cerol - pó de vidro misturado à cola. Algumas crianças mais endiabradas gostam de utilizá-lo na linha para que fique cortante e consiga "laçar" o papagaio do outro, ganhando a aposta de quem conseguiu cortar mais. Se uma pessoa for atingida acidentalmente pela linha "aditivada" pode se machucar muito.


Comentário:    
       

Matérias relacionadas

   
Dicas para proteger seus filhos 26/03/2003 às 13:21:00

Principalmente as grandes cidades oferecem uma série de riscos para nossos filhos. Veja aqui dicas para protegê-los contra alguns problemas, como assalto e seqüestro.

   
Abuso sexual contra crianças 14/08/2004 às 14:27:00

Na grande maioria dos casos de abuso sexual contra crianças, o agressor é um parente ou conhecido da família. O que fazer para evitar essa ameaça que parece tão próxima?

   
Manual do ficar, especial para pais 17/06/2002 às 15:36:00

Para os pais que não viveram a onda do "ficar".

   
Crianças especiais 05/11/2003 às 13:40:00

Classes regulares aceitando alunos com necessidades especiais já são realidade em algumas escolas. Naturalmente, como em toda reformulação, existem dúvidas dos pais. Será positiva a convivência entre crianças com diferenças mais acentuadas?

   
Aprendiz de Maestro 01/09/2014 às 17:39:04

Convide seus filhos para assistir à série O Aprendiz de Maestro, produzida pela TUCCA - uma ONG que dá assistência a crianças com câncer. Ao mesmo tempo em que se divertem, vocês ajudam a quem precisa.