Domingo, 23 de julho de 2017
Página inicial do clicfilhos.com.br
    

A importância da educação alimentar

Por Carla Oliveira * em 10/02/2003


Leia aqui os problemas decorrentes da obesidade infantil e saiba o que fazer para que ela não atinja seus filhos!

Você sabia que já existem 3 crianças obesas para cada criança desnutrida no Brasil? Dependendo da classe social e da região, a obesidade atinge entre 7% e 15% das crianças do país. A obesidade é uma doença e traz inúmeros danos à saúde da criança, que terá o dobro de chances de se tornar um adulto com peso acima do ideal. Não dá, portanto, para ignorar este problema.

Mas, será possível resistir à tentação dos hambúrgueres, refrigerantes e batatas fritas? Como combater a vontade comer doces? As crianças hoje compõem o que se convencionou chamar de "geração Coca cola" ou "geração fast food" e estão comendo cada vez mais gorduras e menos fibras. Esse é o alerta do pediatra Nataniel Viuniski, especialista em obesidade infantil e coordenador do departamento de obesidade infantil da ABESO - Associação Brasileira para o Estudo da Obesidade.

Riscos para a saúde

A obesidade é a principal causa modificável de diabetes tipo II e hipertensão. O obeso também tem mais chances de desenvolver doenças cardiovasculares, como derrame e infarto, pedras na vesícula, problemas dermatológicos e ortopédicos. Alguns tipos de câncer, como de cólon e próstata, são mais comuns em obesos.


Quem está acima do peso também sofre mais de apnéia do sono. Este problema faz com que a criança durma mal à noite e fique sonolenta durante o dia, podendo apresentar dificuldades de concentração e aprendizado. "Mas, o maior sofrimento da criança obesa é com a sua auto-estima e auto-imagem. Ela é vítima de todo o tipo de discriminação e gozações. E isso ocorre bem numa época em que está formando a sua personalidade e tem uma grande necessidade de ser aceita pelo grupo", destaca o Dr. Nataniel.


Para o pediatra, o melhor que as mães têm a fazer é evitar o problema antes que ele apareça. Por isso, elas devem começar a se preocupar com esse problema já na gravidez. "No Canadá, faz parte do programa de atendimento pré-natal oferecer para as gestantes informações sobre alimentação saudável, para ela e para o seu bebê", destaca.

Dicas importantes!

Leia abaixo algumas dicas muito importantes do pediatra. "Sabendo que essas atitudes melhoram a qualidade e quantidade da nossa vida e a de nossos filhos, vale a pena parar um pouco, pensar e agir de uma forma mais inteligente", enfatiza.


  • O aleitamento materno exclusivo até os 4-6 meses de vida é uma medida eficiente para proteger contra a obesidade.


  • Se o bebê chora, não pense logo que é fome e dê mamadeira ou chupeta. Assim, a criança aprende que, com aquele estímulo oral, ela obtém conforto, relaxamento e alívio e é possível que passe o resto da vida reproduzindo essa experiência.


  • Dê o exemplo. Se for um hábito da família comer legumes, verduras e frutas, isso vai ser natural para a criança.


  • Como a criança é um ser em crescimento, ela nunca deve ter uma restrição alimentar que coloque em risco a sua saúde. Preconizamos uma alimentação variada, colorida, baseada na pirâmide alimentar, onde não existe alimento proibido, mas sim quantidades que devem ser controladas.


  • Não use a comida como castigo ou recompensa. Nunca diga frases do tipo "Tome toda a sopa, ou não ganha a sobremesa!" Dessa forma, se passa a idéia que a sopa é um terror e a sobremesa, a coisa mais gostosa do mundo.


  • Outro dado importante é o poder do elogio! O elogio é a gasolina que faz funcionar o motor do emagrecimento. Se os pais trabalharem a auto-estima e a auto-imagem dos seus filhos, eles aprenderão a se gostar. E quem se gosta, se cuida!


  • O sedentarismo também é um grande vilão da obesidade. Questione seu estilo de vida! Passar o domingo de pijama assistindo televisão ou fazer alguma atividade em contato com a natureza, é um hábito que a família vai introduzir ou não no comportamento da criança.


  • Não confunda afeto com comida - nesta área, as avós são campeãs! Os filhos preferem sentar e conversar, isto é, receber atenção, em vez de uma sobremesa ou um chocolate.


  • A melhor maneira de educar e colocar limites é com o nosso próprio exemplo! De nada adianta dizer para seu filho tomar suco natural se você só toma refrigerante!

    Sedentarismo, outro grande vilão

    O pediatra chama a atenção para outro importante causador da epidemia de obesidade: o sedentarismo. "Diariamente, uma criança dorme cerca de 8 horas e passa pelo menos 4 na escola. Se ela ficar 5 horas vendo televisão, jogando videogame ou usando o computador, que é a média de tempo gasto nessas atividades, sobra muito pouco tempo para gastar energia", destaca.


    A falta de espaço para brincar, a violência e o estresse do dia-a-dia são os fatores que mais influenciam nesse comportamento sedentário. Segundo o Dr. Nataniel, estudos demonstram que as horas diante da tela de televisão ou do computador são mais importantes para aumentar o peso do que o excesso de alimentação.


    Para saber se seu filho está obeso, calcule o Índice de Massa Corporal (IMC) dele. Para obter o IMC, divida o peso em quilos (por exemplo, 50 Kg) pelo quadrado da altura dele, em metros (por exemplo, 1,60m):







    De acordo com o resultado dessa conta, é possível saber em que faixa de peso o indivíduo está.
    Clique aqui
    para ver a tabela com os resultados.


  • Comentário:    
           

    Matérias relacionadas

       
    Limites diante da telinha 11/06/2001 às 16:08:00

    A televisão é extremamente poderosa e, se os pais não abrirem os olhos, correrão o risco de conviver muito pouco com seus filhos. Quantifique as horas e analise os programas que seu pimpolho está assistindo.E não esqueça que noticiário violento não é prog

       
    Dicas para proteger seus filhos 26/03/2003 às 13:21:00

    Principalmente as grandes cidades oferecem uma série de riscos para nossos filhos. Veja aqui dicas para protegê-los contra alguns problemas, como assalto e seqüestro.

       
    Arte à Primeira Vista: Páginas de uma história 19/09/2014 às 16:34:58

    Se você mora em Belo Horizonte ou vai passar por lá nas próximas semanas, não pode deixar de conferir a mostra de arte contemporânea que vai encantar as crianças e os adultos.

       
    Oncologia Ginecológica e GRAACC 09/09/2014 às 09:12:01

    Se você é profissional da saúde, este livro lhe interessa.

       
    Aprendiz de Maestro 01/09/2014 às 17:39:04

    Convide seus filhos para assistir à série O Aprendiz de Maestro, produzida pela TUCCA - uma ONG que dá assistência a crianças com câncer. Ao mesmo tempo em que se divertem, vocês ajudam a quem precisa.