Segunda-feira, 29 de maio de 2017
Página inicial do clicfilhos.com.br
    

Recomendações gerais durante a gestação

Por Flavia Schwartzman *


Agora que você está grávida deve, mais do que nunca, cuidar da sua saúde, pois tudo o que você fizer irá afetar, também, a saúde do seu bebê.

Se você se alimenta saudavelmente, pratica alguma atividade física e tem outros hábitos de vida saudáveis, continue assim! Se você acha que ainda há alguns aspectos que podem ser melhorados, aproveite a fase da gestação para começar.


Confira, a seguir, algumas recomendações gerais que você, futura mamãe, deve seguir. Desta maneira, estará contribuindo, e muito, para o nascimento de uma criança saudável.


Dietas: O ganho de peso da mãe durante a gestação é muito importante para a saúde do bebê. Por isso, a gestante deve ter uma alimentação saudável e nutritiva. Fazer regime, mesmo por pouco tempo, é prejudicial durante este período. A restrição energética durante a gravidez é perigosa para todas as mulheres, independente de seu peso pré-gestacional. Se for necessário o controle de peso, faça um acompanhamento nutricional com um especialista nessa área.


Exercícios: A prática de exercícios é sempre muito saudável; mas durante a gestação e o pós-parto ela deve ser sempre supervisionada pelo médico. É ele quem irá ajustar a intensidade e a duração de acordo com a capacidade individual.


Fumo: Fumar não é um hábito saudável para ninguém, muito menos para a gestante. Ele pode causar retardo de crescimento nos bebês, nascimentos prematuros, abortos espontâneos, deficiências nutricionais na mãe e outros riscos para o feto.


Medicamentos e drogas: Podem causar malformações fetais. Consulte sempre seu médico antes de tomar qualquer medicamento, mesmo os suplementos vitamínicos.


Álcool: Não é recomendado em nenhum momento durante a gestação, pois pode levar ao nascimento de crianças com Síndrome Alcoólica Fetal, caracterizada por danos cerebrais irreversíveis e retardo físico e mental. Como não se sabe, ao certo, que quantidade é capaz de causar tais danos, o melhor é não beber álcool nenhum durante este período.


Cafeína: Apesar da necessidade de mais estudos, alguns parecem demonstrar que cafeína em excesso pode afetar negativamente o bebê. Por isso, recomenda-se consumir café e outros alimentos que contenham cafeína, como chás e refrigerantes moderadamente durante a gestação.


* Flavia Schwartzman é nutricionista, formada pela Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo, com especialização em Nutrição Materno-Infantil, Mestre em Nutrição pela Escola Paulista de Medicina.


Comentário:    
       

Matérias relacionadas

   
As dificuldades do autismo 26/07/2001 às 14:12:00

Autismo é uma questão delicada, que muitos pais têm dificuldades em aceitar e tratar da forma correta. Conheça melhor as faces dessa condição.

   
Dicas para proteger seus filhos 26/03/2003 às 13:21:00

Principalmente as grandes cidades oferecem uma série de riscos para nossos filhos. Veja aqui dicas para protegê-los contra alguns problemas, como assalto e seqüestro.

   
Paz em casa 31/07/2002 às 13:46:00

Dicas preciosas da revista Meu Nenê e Família

   
Emagrecendo após a gravidez 10/09/2001 às 15:48:00

Descubra os exercícios mais indicados e algumas dicas para que a mamãe emagreça após a gestação.

   
Cuidados para não engasgar 31/01/2001 às 14:32:00

Crianças, especialmente entre 2 e 3 anos, apresentam maior risco de engasgar com alimentos (e objetos), até por volta dos 4 anos de idade, quando aprendem a mastigar e a engolir melhor. Aprenda, aqui, como evitar acidentes.