Terça, 26 de setembro de 2017
Página inicial do clicfilhos.com.br
    

Crianças precisam dormir!

Por Carla Oliveira * em 07/03/2002


A falta de sono pode ser mais prejudicial do que parece. Por isso, nada de deixar seu filho ir para a cama tarde da noite!

O sono da criança merece atenção especial, pois é fundamental para o seu desenvolvimento. Enquanto ela dorme, seu cérebro assimila os conhecimentos aprendidos durante o dia e constrói a memória. Além disso seu corpo libera os hormônios de crescimento. Isso acontece porque grande parte do sono infantil ocorre em um estágio chamado REM (rapid-eye-momevent, ou movimentos oculares rápidos), fase em que o cérebro e o metabolismo são ativados. Já nos adultos predomina a fase NREM (non-rapid-eye-movement), em que o corpo "desliga" e apenas descansa. Em média, as crianças até um ano de idade precisam dormir cerca de 12 horas por dia; de dois a seis anos, 10 horas; de seis a doze anos, 9 horas e de treze em diante, 8 horas.


No entanto, há crianças que dormem menos do que deveriam. Na maioria das vezes, esse problema não é causado por um distúrbio grave e sim pela flexibilidade dos pais, que se rendem aos apelos dos filhos quando estes não querem ir para a cama. O que eles não sabem é que a falta de sono pode prejudicar o crescimento corporal e ocasionar problemas de aprendizado e comportamento nas crianças, deixando-as mal-humoradas, irritadas e agressivas. Se esse mau hábito continuar por muitos anos, há ainda outras conseqüências: elas poderão se tornar pessoas impacientes, com raciocínio mais lento e sensação de cansaço permanente.

A rotina é essencial

"Tá na hora de dormir..." Ao ouvir essa frase, os pequenos são capazes de fazer qualquer coisa para adiar o momento de ir para a cama: inventam brincadeiras, querem ver televisão ou ouvir histórias, reclamam de fome, de sede, fazem manha e choram. Você já viu essa cena? Então, seja firme! Para não prejudicar o sono do seu filhote, a melhor receita é impor algumas regras e fixar uma rotina para o cair da noite.


Jantar, tomar banho, escovar os dentes, colocar pijama e, depois, direto para a cama: se os pais definirem essa ordem de atividades, os filhos deverão segui-la todos os dias. "Esse processo tem que ser repetitivo mesmo, para que a criança o incorpore no seu dia-a-dia", explica a Dra. Márcia Pradella-Hallinan, neuropediatra especializada em distúrbios do sono. Esse momento, porém, não pode ser encarado como um martírio, mas como uma etapa prazerosa. Por isso, contar histórias, cantar músicas, fazer massagem e carinho ajuda muito. O ambiente dentro de casa deve estar calmo: luzes apagadas, televisão em volume baixo e nenhuma agitação.


Durante as férias ou fins de semana fica mais difícil manter a disciplina, mas não é recomendável abrir muitas exceções. "Se a criança quiser ver um filme que acaba um pouco mais tarde, tudo bem. Só não pode deixá-la ficar acordada até as duas da madrugada, se ela está acostumada a se deitar às dez", alerta a Dra. Márcia. Os pais também devem evitar que acontecimentos como mudança de escola - ou outros mais traumáticos, como divórcio - provoquem alterações na rotina das crianças: o horário de dormir deve continuar rígido!

Posso dormir com vocês?

Crianças pequenas geralmente associam a hora de deitar com o fato de ficarem separadas dos pais. Para acalmá-las, muitos preferem ficar ao lado dos filhos ou pegá-los no colo até que adormeçam. Pior ainda: deixam-nos dormir na cama do casal. Todos esses hábitos devem ser abolidos, pois se a criança se acostuma a dormir somente nessas condições, sai prejudicada mais adiante, pois vira um tormento para os pais. Ela deve ser colocada no berço ou em sua própria cama e, mesmo que chore, não deve ser tirada de lá. Um gesto saudável e até recomendado pelos pediatras é oferecer um bichinho de pelúcia ou um pequeno cobertor para ajudá-la a enfrentar seus medos.


Mesmo com todos esses cuidados, algumas crianças ficam muito agitadas quando chega a hora "crucial". Se for o caso, tente evitar a prática de esportes ou atividades físicas intensas até três horas antes do horário de dormir; desligue a televisão, o videogame ou o computador com meia hora de antecedência e, depois do jantar, não ofereça chocolate, coca-cola ou chá preto, que são estimulantes. Ufa! Com todas essas dicas, seu filhote irá dormir feito um anjo. Que bom para ele!


Comentário:    
       

Matérias relacionadas

   
A idade certa para ir à escola 07/06/2002 às 14:38:00

Meu filho tem 3 anos completos, fico em dúvida se está na hora de mandá-lo para a escola ou se, ainda, é muito cedo... Mamãe sempre acha que os filhos são pequenos demais...

   
Diversão para a família inteira 08/02/2001 às 14:32:00

Barra Bonita merece o apelido de "Cidade Simpatia". Às margens do Rio Tietê, num trecho já despoluído e de águas muito límpidas, abriga a mais antiga eclusa da América Latina. As crianças adoram visitá-la!

   
A eterna magia do pó de pirlimpimpim 03/12/2001 às 16:14:00

Histórias infantis escritas na década de 20 resistem ao tempo e encantam as gerações posteriores.

   
Já é hora de dormir... 25/05/2001 às 14:58:00

A cena se repete toda noite: seu filho não quer ir para a cama. Por isso o Clicfilhos lançou uma pesquisa para saber os truques mais utilizados pelos pais nessa hora tão crucial. Confira algumas das mensagens que recebemos!

   
Já para a cama! 03/04/2002 às 13:11:00

Você sofre toda noite, na hora de colocar as crianças na cama? Veja como se livrar desse tormento e impor limites.