Domingo, 24 de setembro de 2017
Página inicial do clicfilhos.com.br
    

Brincando dentro de casa

Por Beatriz Luna *


Nos dias cinzentos e frios de inverno, ou nos dias de chuva do verão, é preciso se desdobrar para distrair as crianças dentro de casa. Convide os amiguinhos e arme uma verdadeira festa!

Não há nada mais irritante para uma criança do que ficar trancada em casa porque está muito frio - ou mesmo chovendo - lá fora. Convenhamos: o quintal e o playground do prédio são a salvação das mães quando se trata de esgotar a energia dos pequenos. Então, a saída para você é inventar algumas brincadeiras para distraí-los. Aí vão algumas sugestões que não exigem muito do seu esforço!

  • Concurso de dança: empurre a mobília para um canto da sala, coloque um som animado e deixe que eles caiam na folia. Dê prêmios para o mais engraçado, que souber melhor se soltar. Se você quiser caprichar ainda mais, crie um palco com luzes coloridas e peça a eles que cheguem fantasiados.

  • Produza um filme ou uma peça de teatro. Deixe que as crianças inventem a história, escrevam o script (isso é educativo!), criem suas fantasias, e, na hora do vamos ver filme tudo. No final, elas podem "fabricar" ingressos e vender para o público que quiser assistir.

  • Que tal um piquenique dentro de casa? Tudo bem, você terá que fazer uma faxina no final, mas tenha a certeza de que eles irão de divertir! Prepare sanduíches, guloseimas e sucos e arrume tudo numa toalha estendida no chão, num lugar especial em casa.

  • Separe alguns cobertores velhos e ajude-os a construir uma cabana dentro de casa. Você terá que disponibilizar algumas cadeiras e provavelmente uma mesa também. Se escolher um lugar adequado, que não atrapalhe a rotina da casa, eles poderão brincar por vários dias e até dormir dentro da tenda.

  • Caçada divertida! Selecione alguns brinquedos de seus filhos - e alguns chocolates! - e esconda pela casa (as crianças amam procurar pelos brinquedos e ficam tão orgulhosas quando os encontram...). Estabeleça prêmios para quem achar o maior número de itens.

  • A caça ao tesouro é uma versão mais elaborada da brincadeira anterior. Quando as crianças já sabem ler, você deve dificultar um pouquinho a vida delas marcando as instruções num papel. Elabore um roteiro de acordo com a idade dos pequenos. Um exemplo: primeiro vá até o sofá azul da sala de TV; depois siga até o quadro à esquerda da mesa de jantar, dê dois passos à direita e dirija-se ao corredor... e assim por diante. Entregue instruções separadas depois que cada etapa for cumprida.

  • Outra atividade divertida e educativa é cozinhar com as crianças. Selecione receitas simples, como gelatinas ou biscoitos e leve sua turma para a cozinha. Mas fique de olho principalmente no fogão e nos utensílios cortantes para que nenhum acidente aconteça. Providencie "aventais especiais", que podem ser improvisados com toalhas. Existem livros especiais para o público mirim, como o Boca Mole, de Ciça Kfouri Moreira Pereira (Editora Terra Virgem).

    Preocupada com a desordem? Esqueça! Dias frios e chuvosos não são tão freqüentes em nosso país, portanto trate de se animar. Seus filhos vão agradecer!


    * Beatriz Luna é jornalista e mãe de três filhos pequenos.


  • Comentário:    
           

    Matérias relacionadas

       
    Limites diante da telinha 11/06/2001 às 16:08:00

    A televisão é extremamente poderosa e, se os pais não abrirem os olhos, correrão o risco de conviver muito pouco com seus filhos. Quantifique as horas e analise os programas que seu pimpolho está assistindo.E não esqueça que noticiário violento não é prog

       
    Dicas para proteger seus filhos 26/03/2003 às 13:21:00

    Principalmente as grandes cidades oferecem uma série de riscos para nossos filhos. Veja aqui dicas para protegê-los contra alguns problemas, como assalto e seqüestro.

       
    Violência dentro de casa 05/11/2001 às 17:35:00

    A violência doméstica ocorre por meio de agressões físicas ou verbais, desestruturando a família.

       
    Abuso sexual contra crianças 14/08/2004 às 14:27:00

    Na grande maioria dos casos de abuso sexual contra crianças, o agressor é um parente ou conhecido da família. O que fazer para evitar essa ameaça que parece tão próxima?

       
    Sem pressa para sair de casa 19/07/2003 às 10:49:00

    Hoje em dia, é comum que filhos continuem morando com os pais, mesmo depois de adultos. É a chamada "geração canguru"!