Quinta-feira, 25 de maio de 2017
Página inicial do clicfilhos.com.br
    

Pneumonia, o terror das mães

Por Carla Oliveira * em 11/02/2003


"Coloque um agasalho senão vai pegar pneumonia!" Toda criança já deve ter ouvido essa recomendação pelo menos uma vez. Afinal, você sabe qual a causa dessa doença?

A pneumonia pode ser causada por diversos agentes como fungos, vírus, protozoários e bactérias - sendo estas responsáveis por 80% dos casos - que causam uma inflamação no pulmão. No início, ela se confunde com uma gripe, pois os sintomas são parecidos: febre, mal estar, calafrios e tosse com catarro. Mas, ao contrário do que se pensa, a pneumonia não é uma gripe "mais grave". O que acontece é que, quando está gripado, o indivíduo fica mais debilitado e, portanto, mais suscetível a desenvolver pneumonia.


Muitas mães acreditam que seu filho não pode colocar o pé no chão frio ou tomar vento porque pode "pegar" pneumonia. Porém, se a criança for saudável, não há porque exagerar tanto nas precauções. "O choque térmico realmente facilita a ação das bactérias. Mas, é preciso muito mais do que o simples contato com o chão frio para que ocorra um choque térmico. E, além de tudo, o indivíduo precisa entrar em contato com a bactéria para que seja infectado, ou seja, é preciso que haja uma combinação desses dois fatores", explica o infectologista David Lewi, professor da Escola Paulista de Medicina.

Saiba se prevenir

A pneumonia atinge principalmente crianças e idosos, e indivíduos que estão com a resistência imunológica baixa. "Os fumantes também têm chances maiores de desenvolver a doença, pois as substâncias presentes no cigarro destroem os brônquios, facilitando a ação das bactérias", ressalta o infectologista. Se não for tratada, a pneumonia pode evoluir para um quadro mais grave, com acúmulo de líquidos nos pulmões.


A transmissão da pneumonia ocorre através do ar, da saliva ou ainda pela transfusão de sangue. "O tratamento dependerá do tipo de agente causador. Quando a infecção é bacteriana, o tratamento é feito à base de antibióticos, podendo durar de 7 a 10 dias", explica o Dr. David. Se seu filho tiver pneumonia, ele terá que ficar alguns dias em casa, para se recuperar e também para não transmitir a doença a outras crianças.


Para evitar essa doença, é preciso estar com as defesas imunológicas fortes, o que se consegue através de uma alimentação rica em vitaminas e um estilo de vida saudável, sem estresse. Procure também deixar as janelas de casa e da escola abertas durante uma boa parte do dia, para que os microorganismos não fiquem concentrados no ambiente, o que facilita a transmissão.


A vacina anti-pneumocócita previne contra a pneumonia causada pela bactéria Pneumococo, que é a mais comum, e deve ser tomada após os dois anos de idade. Sua proteção dura cinco anos. Converse com seu pediatra na próxima consulta!


Comentário:    
       

Matérias relacionadas

   
Aprendiz de Maestro 01/09/2014 às 17:39:04

Convide seus filhos para assistir à série O Aprendiz de Maestro, produzida pela TUCCA - uma ONG que dá assistência a crianças com câncer. Ao mesmo tempo em que se divertem, vocês ajudam a quem precisa.

   
Milho, o rei dos cereais. E da garotada! 15/09/2003 às 20:36:00

O milho faz um enorme sucesso entre as crianças e, além de saboroso, é muito nutritivo. Aprenda a fazer doces e salgados deliciosos com esse cereal. As receitas são da turma do Sitio do Picapau Amarelo!

   
Sol na medida certa 29/01/2001 às 14:13:00

O sol faz bem à saúde, mas nada de exageros. Nem muito nem tão pouco. Conheça os segredos para manter a pele de seu filhote bem cuidada e longe das agressões das queimaduras.

   
Meu filho não quer comer! 11/04/2003 às 12:25:00

Por mais que você se esforce, ele vira o rosto, faz cara feia, chora e se recusa a comer. Saiba porque isso pode estar acontecendo com seu filho.

   
Mães e filhas na telinha 21/04/2004 às 21:42:00

Você enfrenta problemas no relacionamento com sua filha? Pois saiba que não é a única! Confira uma lista de filmes que retratam essa questão.