Segunda-feira, 24 de abril de 2017
Página inicial do clicfilhos.com.br
    

Dois filhos, duas medidas

Por Norma Leite Brandão *


Comparar o desempenho dos seus filhos na escola, principalmente quando o menor está apenas começando o ensino fundamental, não trará nenhum benefício a ele. Respeite as diferenças, pois são elas que nos fazem ser únicos e interessantes!

É comum, no início da vida escolar, acentuarem-se as comparações quando na família há filhos mais velhos. "Veja o caderno de seu irmão, ele sempre foi tão organizado!" Essa não é nenhuma novidade. Pare com isso... Os mais novos parecem ter vindo mesmo para marcar pela diferença, o que pode se acentuar nos primeiros anos da escola, quando o ensino formal inicia-se. Por esse motivo é importante que os pais compreendam as distinções e aprendam a lidar com elas.



Muitas vezes, olhar com atenção um caderno que aparentemente parece uma bagunça pode revelar como seu filho pensa, dar indícios de como agir em casa e buscar, junto à escola, orientação. Esse filho mais novo pode estar buscando seu espaço, sua identidade, seu lugar na família. Procure olhá-lo como realmente é para poder encontrar caminhos de atuação.

Problemas são realmente problemas?

A ansiedade e a alta expectativa são a marca dos pais da primeira série. Não se iluda. Por isso mesmo, antes de antecipar futuros problemas ou de definir seu filho, cabe aqui refletir. Quando algo não vai bem, de acordo com os padrões esperados, devemos nos perguntar primeiro: esperados por quem? Pela escola ou pelos pais? Em segundo lugar devemos pensar que, inúmeras vezes, as possíveis defasagens não indicam que seu filho seja dessa ou daquela forma. Indicam que ele está de um determinado jeito.


Ser para sempre é diferente de estar numa determinada circunstância. Quando os pais percebem isso, conseguem lidar melhor com as causas e buscar, em parceria com a escola, saídas para reverter o quadro. Aqui vale um aviso: quanto mais cedo, melhor. Se a sintonia existir logo nos primeiros meses, você poderá lidar de forma preventiva com várias questões importantes.

O elo que fornece a base sólida

Ser parceiro da escola é mais, bem mais do que supervisionar tarefas escolares. A criança precisa sentir que a família acredita nos profissionais que com ela trabalham. Para que isso efetivamente ocorra, não deixe que suas ansiedades e preocupações se avolumem ou virem matéria de discussão na porta ou fora da escola (entre outros pais, entre as crianças...).


Não busque, também, auxílio na antiga pré-escola de seu filho, por maior que seja o vínculo anteriormente estabelecido. Há novos profissionais envolvidos no processo. Dê-lhes a chance primeira de ajudá-la. Procure, nos primeiros meses do ano, um contato um pouco mais freqüente com orientadora e a equipe docente.



Dá trabalho, no início. Pode parecer cansativo. Mas fornecerá subsídios para que os professores possam lidar melhor com as situações e propiciará uma base sólida de confiança para o novo relacionamento. Por outro lado, o equilíbrio nesse momento de formação de vínculos é fundamental. Buscar diariamente informações pode aumentar a ansiedade. Tudo precisa de um tempo para acontecer. Só você saberá a medida certa.

Pais e mestres de mãos dadas

Lembre-se de um velho e saudável hábito: tente, na medida do possível, na frente de seu filho, não tecer julgamentos e não se mostrar irritada diante de algumas situações inevitáveis que possam ocorrer no novo ambiente escolar. Toda história tem dois lados, lembra-se?


Nesse longo e bonito caminho que ora se inicia, é fundamental que todos - pais e professores - estejam juntos investigando e buscando saídas para pequenas e grandes questões. Dê realmente a mão aos profissionais que você escolheu com carinho e cuidado. Tudo poderá ser bem mais suave e verdadeiro.


* Norma Leite Brandão é pedagoga e educadora.


Comentário:    
       

Matérias relacionadas

   
Problemas todos temos 11/07/2002 às 14:11:00

Dificuldades em casa: ansiedade, medo, vergonha de partilhar? Quando e por que abrir o jogo na escola?

   
Arte à Primeira Vista: Páginas de uma história 19/09/2014 às 16:34:58

Se você mora em Belo Horizonte ou vai passar por lá nas próximas semanas, não pode deixar de conferir a mostra de arte contemporânea que vai encantar as crianças e os adultos.

   
Como amamentar após o retorno ao trabalho 24/03/2006 às 13:42:00

A licença maternidade está no fim e logo você terá de voltar ao batente, mas não quer deixar de amamentar seu filho. O que fazer?

   
Gêmeos, prazeres e desafios 03/01/2001 às 15:35:00

Separar irmãos gêmeos na hora de ir para a escola nem sempre é a conduta mais correta. Tudo vai depender de como eles reagem quando ficam longe um do outro. Saiba, porém, que você pode ajudá-los a desenvolver sua individualidade.

   
Milho, o rei dos cereais. E da garotada! 15/09/2003 às 20:36:00

O milho faz um enorme sucesso entre as crianças e, além de saboroso, é muito nutritivo. Aprenda a fazer doces e salgados deliciosos com esse cereal. As receitas são da turma do Sitio do Picapau Amarelo!