Sábado, 23 de setembro de 2017
Página inicial do clicfilhos.com.br
    

Radiografia da boca saudável

Por Dr. Alan Isidore Levy * em 24/11/2000


Não descuide da primeira dentição. Ela servirá de guia para uma dentição saudável para seu filho.

Durante toda a nossa vida, temos duas dentições:

Dentição de leite

é formada por 20 dentinhos, divididos em 10 por arcada. Essa dentição começa por volta dos 6 meses e completa-se aproximadamente aos 2 anos de idade. Pelo fato de esses dentes serem temporários, muitos pais descuidam da higiene bucal de seus filhotes. Isso é um grande equívoco. Os dentes de leite são muito importantes porque servem de guia para os dentes permanentes nascerem na posição correta. E não é só, eles:


  • Mantêm o espaço para que os dentes permanentes cresçam em seus devidos lugares. (Quando uma criança perde um dente de leite antes da época, os dentes vizinhos deixam de ter apoio e movimentam-se, reduzindo o espaço para a próxima dentição.)
  • Estimulam o crescimento em altura do osso que sustenta os dentes.
  • São úteis no corte e na correta mastigação dos alimentos, facilitando sua digestão.
  • São importantes para a articulação das palavras e para evitar problemas ortodônticos.
  • Têm um importante papel para a auto-estima das crianças. Crianças que possuem dentes destruídos apresentam problemas psicológicos, sentem-se diferentes do grupo em que convivem, ficam retraídas e apresentam um sorriso fechado.

    A dentição permanente:

    ela se inicia por volta dos 6 anos, quando a criança ganha o primeiro dente permanente, que vem logo atrás dos últimos molares de leite. Nessa fase, em que as crianças ficam com "sorriso de janela", começa a troca pelos dentes permanentes. Por volta dos 13 anos, essa etapa está praticamente completa, faltando os quatro dentes do siso, que nascem entre os 17 e os 30 anos. Essa dentição é formada por 32 dentes, divididos em 16 por arcada. Portanto, cuide bem deles!!!

    * Dr. Alan Isidore Levy é dentista, formado pela Faculdade de Odontologia da Universidade de São Paulo e pós-graduado em Implantes Osseointegrados pela USP.


  • Comentário:    
           

    Matérias relacionadas

       
    Dicas para proteger seus filhos 26/03/2003 às 13:21:00

    Principalmente as grandes cidades oferecem uma série de riscos para nossos filhos. Veja aqui dicas para protegê-los contra alguns problemas, como assalto e seqüestro.

       
    Abuso sexual contra crianças 14/08/2004 às 14:27:00

    Na grande maioria dos casos de abuso sexual contra crianças, o agressor é um parente ou conhecido da família. O que fazer para evitar essa ameaça que parece tão próxima?

       
    Crianças especiais 05/11/2003 às 13:40:00

    Classes regulares aceitando alunos com necessidades especiais já são realidade em algumas escolas. Naturalmente, como em toda reformulação, existem dúvidas dos pais. Será positiva a convivência entre crianças com diferenças mais acentuadas?

       
    Cuidados para não engasgar 31/01/2001 às 14:32:00

    Crianças, especialmente entre 2 e 3 anos, apresentam maior risco de engasgar com alimentos (e objetos), até por volta dos 4 anos de idade, quando aprendem a mastigar e a engolir melhor. Aprenda, aqui, como evitar acidentes.

       
    Histórias da Arte para crianças 08/11/2012 às 18:49:50

    Não tem jeito melhor de conhecer a vida e a obra de artistas contemporâneos brasileiros! Não deixe de levar seu filho!