Quinta-feira, 14 de dezembro de 2017
Página inicial do clicfilhos.com.br
    

Tuberculose ainda existe e pode ser fatal

Por Carla Oliveira * em 11/02/2003


Falar em tuberculose parece coisa do passado, mas não é. A doença está voltando e pode ser uma ameaça à saúde de muitas pessoas.

A tuberculose é uma doença antiga. Grandes personalidades dos séculos XVIII e XIX, como o escritor Manuel Bandeira, tiveram tuberculose. Na época, acreditava-se que o ar puro curava a doença, e os doentes eram encaminhados a casas de repouso localizadas no alto de montanhas. Esse tratamento não surtia efeito e as mortes eram freqüentes. Na década de 60, foram desenvolvidos três antibióticos para o tratamento efetivo da tuberculose, que reduziram consideravelmente o número de casos da doença no Brasil. Em países desenvolvidos, a tuberculose já está praticamente controlada.


No entanto, a tuberculose parece estar voltando com toda força: é a segunda maior causa de morte por doença infectocontagiosa no país. A Organização Mundial de Saúde (OMS) declarou a tuberculose como emergência mundial e elabora estratégias para tentar acabar com a doença. No Brasil, o Ministério da Saúde pretende controlá-la até 2005.


O que contribuiu para restabelecer a doença foi o surgimento da AIDS, no começo da década de 80. "A AIDS abre as portas para outras doenças, porque enfraquece as defesas imunológicas. Mais de 60% das pessoas com AIDS acabam contaminadas pela tuberculose", explica o infectologista David Lewi, professor da Escola Paulista de Medicina.

Bactérias mais resistentes

A tuberculose é uma doença infecciosa causada por uma bactéria, o bacilo de Koch, que é transmitido pelo ar. A doença está concentrada nos bolsões de pobreza, mas não pense que só os pobres estão sujeitos a contraí-la. Se você estiver estressado, não estiver se alimentando bem e entrar em contato com a bactéria, também poderá ser uma vítima. Alcoólatras, fumantes e pessoas desnutridas são mais suscetíveis a desenvolver a doença.


"A BCG, vacina que o recém-nascido deve tomar no primeiro mês de vida, dá resistência contra a tuberculose, mas não imuniza 100%. Se o indivíduo estiver debilitado e se infectar, pode desenvolver a doença", esclarece o Dr. David.


O tratamento para a tuberculose dura 6 meses e a medicação não deve ser interrompida durante esse período, mesmo que os sintomas desapareçam totalmente. "A interrupção do tratamento favorece a sobrevivência das bactérias mais resistentes, o que pode causar a tuberculose crônica - cujo tratamento é mais complicado e mais caro", explica o Dr. David. Além disso, essas bactérias mais resistentes certamente vão infectar outras pessoas e assim por diante, fazendo com que a doença fique cada vez mais perigosa e difícil de tratar.

Observe os sintomas

O Sistema Único de Saúde (SUS) já garante medicamento gratuito nas unidades básicas de saúde a todos os que sofrem de tuberculose. A doença pode ser fatal, principalmente se o diagnóstico for feito tardiamente ou a medicação for interrompida antes do tempo necessário. Por isso, fique atento aos sintomas:


  • Perda rápida de peso
  • Tosse insistente
  • Febre e suor durante a noite
  • Dor no peito e cansaço freqüentes


    Atenção: se houver eliminação de sangue ao tossir, é sinal de que a doença já está avançada. Procure um hospital imediatamente!


  • Comentário:    
           

    Matérias relacionadas

       
    Como amamentar após o retorno ao trabalho 24/03/2006 às 13:42:00

    A licença maternidade está no fim e logo você terá de voltar ao batente, mas não quer deixar de amamentar seu filho. O que fazer?

       
    Milho, o rei dos cereais. E da garotada! 15/09/2003 às 20:36:00

    O milho faz um enorme sucesso entre as crianças e, além de saboroso, é muito nutritivo. Aprenda a fazer doces e salgados deliciosos com esse cereal. As receitas são da turma do Sitio do Picapau Amarelo!

       
    Sol na medida certa 29/01/2001 às 14:13:00

    O sol faz bem à saúde, mas nada de exageros. Nem muito nem tão pouco. Conheça os segredos para manter a pele de seu filhote bem cuidada e longe das agressões das queimaduras.

       
    Meu filho não quer comer! 11/04/2003 às 12:25:00

    Por mais que você se esforce, ele vira o rosto, faz cara feia, chora e se recusa a comer. Saiba porque isso pode estar acontecendo com seu filho.

       
    Capoeira, esporte, lazer e educação 05/04/2001 às 17:22:00

    Os pequenos aprendem o 'au', aplicam 'meia-lua de frente' e se esquivam para o lado. A capoeira chegou na vida da garotada, pegando carona nos 500 anos do Brasil que reacendeu uma paixão pela cultura nacional.