Terça, 26 de setembro de 2017
Página inicial do clicfilhos.com.br
    

Guerra contra a TPM

Por Julienne Gananian * em 30/09/2002


Cólica, prisão de ventre, irritabilidade, vontade de devorar quilos de doces e até insônia. Veja como combater estes sintomas com uma dieta especial contra a TPM.

Você briga com o marido, grita com as crianças, tem vontade de matar o seu chefe e, quando olha no calendário, percebe que o problema é só um: você está naqueles dias. "É terrível. Em casa, eu e minha filha ficamos na TPM na mesma época. Já tivemos brigas memoráveis, de jogar coisa no chão, gritar e chorar sem saber o porquê" conta Clarice Menezes, advogada em São Paulo.


O número de mulheres que apresenta algum sintoma da Tensão Pré-Menstrual é assustador: cerca de 80 a 90%. "Algumas, inclusive, chegam a ficar impossibilitadas de realizar suas atividades diárias durantes esse período, caracterizando a Disforia Pré-Menstrual, uma síndrome mais séria que atinge cerca de 10% das mulheres e na maioria dos casos necessita de acompanhamento médico" explica o Dr. Filippo Pedrinola, endocrinologista em São Paulo.


A lista de sintomas típicos da TPM é bem extensa, mas os mais comuns são:


  • Alterações de humor: choro fácil, irritabilidade e até depressão;
  • Dor de cabeça;
  • Compulsão alimentar, com desejo exagerado por carboidratos e, principalmente, doces;
  • Aumento de peso;
  • Acne;
  • Inchaço e dor nas mamas;
  • Cólica;
  • Prisão de ventre;
  • Insônia e agitação.

    Como fugir, então, desse martírio?

    Não se sabe, exatamente, o que provoca todo esse "curto-circuito" nas mulheres, mas uma boa forma de lidar com a TPM é controlando a alimentação. Com isso, você alivia os sintomas mais freqüentes desse período e, de quebra, ainda cuida do corpo, já que muitas mulheres não conseguem emagrecer devido ao inchaço e aumento de apetite típicos desta época - e que acaba tomando quase 1/3 do mês!


    Segundo o endocrinologista, o segredo é começar a se cuidar 10 dias antes da menstruação, da seguinte maneira:


  • Diminua o sal: este ingrediente colabora para a retenção de líquidos e, conseqüentemente, aumenta o inchaço. Fique longe de alimentos salgados, da cafeína e de bebidas alcoólicas, que colaboram na retenção de líquidos. Para completar, beba muita água e abuse dos alimentos com efeito diurético, como a alcachofra, os vegetais amargos (almeirão, endívia e folhas em geral), melancia, melão entre outros.


  • Dá-lhe vitamina! Aumente a ingestão de vitamina B6, presente em alimentos como a banana, o germe de trigo, o arroz integral, a batata ou a lentilha. Ela alivia a dor nas mamas e ajuda a controlar alguns sintomas emocionais. Outros elementos também se mostram verdadeiros heróis nesta época: o cálcio, presente nos laticínios e vegetais como o espinafre, a acelga ou brócolis, que ajuda a combater o cansaço e a fadiga. Ou ainda o magnésio, encontrado em produtos integrais, alimentos amarelos como a manga, o milho, o abacaxi ou também no agrião e no tofu, contribuindo para combater o mal-estar e a irritabilidade.


  • Corra, ande, malhe! Os exercícios mandam o estresse embora, não deixam você engordar muito nessa época e, o principal, estimulam a liberação de endorfina, elemento que levanta o astral e afasta o mau-humor.

    Dieta com chocolate, inacreditável!

    Nesta época, siga seus desejos e coma mais carboidratos. Mas, é claro, com moderação! "Quando você aumenta o percentual de carboidratos, contribui na liberação da serotonina. Com isso, estimula-se a sensação de prazer, acalmando e melhorando o humor da pessoa" conta Alessandra Rascovski, também endocrinologista.


    Para facilitar a sua vida, os dois endocrinologistas elaboraram uma dieta contra a TPM, rica em carboidratos, mas não em calorias: apenas 1300, para você não engordar. Confira, aqui, o cardápio.

    Refeições leves e saudáveis

    Para completar, algumas outras dicas. Faça várias refeições leves por dia: café da manhã, lanche, almoço, lanche e jantar. Não adianta ficar o dia inteiro sem comer e, à noite, se empanturrar de doce, biscoito, chocolate... Use pouco óleo e, em vez de fritar, asse ou grelhe os alimentos.


    Este menu lhe ajudará a manter a tranqüilidade, melhorar o clima em casa, no trabalho e, principalmente, o seu estado emocional durante o período pré-menstrual.


    Vale lembrar que consultar um ginecologista ou endocrinologista é sempre a melhor forma de analisar o seu organismo e sintomas e, dessa forma, receber o tratamento adequado. "Uma simples fórmula ou medicação - com a devida orientação médica - muitas vezes melhoram incrivelmente a vida da mulher e, conseqüentemente, da família toda" conclui o Dr. Pedrinola.


  • Comentário:    
           

    Matérias relacionadas

       
    Receitas especiais para diabéticos 10/03/2003 às 10:29:00

    Criança que sofre de diabetes não precisa abrir mão da sobremesa. Aprenda a preparar doces com produtos dietéticos!

       
    Emagrecendo após a gravidez 10/09/2001 às 15:48:00

    Descubra os exercícios mais indicados e algumas dicas para que a mamãe emagreça após a gestação.

       
    Milho, o rei dos cereais. E da garotada! 15/09/2003 às 20:36:00

    O milho faz um enorme sucesso entre as crianças e, além de saboroso, é muito nutritivo. Aprenda a fazer doces e salgados deliciosos com esse cereal. As receitas são da turma do Sitio do Picapau Amarelo!

       
    Receitas do mês ABRIL 21/03/2012 às 10:48:11

    Para este mês de abril, convidamos a Chef Paula Weber para preparar elaborar as receitas a serem preparadas com os alimentos da estação! Confira!

       
    Meu filho não quer comer! 11/04/2003 às 12:25:00

    Por mais que você se esforce, ele vira o rosto, faz cara feia, chora e se recusa a comer. Saiba porque isso pode estar acontecendo com seu filho.