Quinta-feira, 22 de junho de 2017
Página inicial do clicfilhos.com.br
    

Fuja do perigo da dengue!

Por Célia Svevo * em 15/02/2002


Fique de olho nos sintomas desta doença que já se espalhou por todo o país. E faça mais: colabore para que seu transmissor não se prolifere.

Dengue é uma doença causada por um vírus e é transmitida de uma pessoa doente para uma pessoa sadia por meio de um mosquito, o Aedes Aegypti. Ela pode se manifestar de duas formas:


Dengue clássica, que aparece de maneira súbita com febre alta, dor de cabeça, atrás dos olhos e nas costas. Algumas vezes é acompanhada por exantemas (manchas vermelhas no corpo). A febre dura cerca de cinco dias e há uma melhora progressiva dos sintomas num período de 10 dias. Em alguns poucos pacientes podem ocorrer hemorragias discretas na boca, na urina ou no nariz. Raramente há complicações.


Dengue hemorrágica é a versão mais grave, quando se tem a doença uma segunda vez. No início os sintomas são iguais aos da dengue clássica, mas a partir do 5º dia os pacientes começam a apresentar sangramento, em geral pelas gengivas, pela pele e pelo intestino. A dengue hemorrágica merece muita atenção, pois pode levar à morte. Requer, portanto, avaliação médica rigorosa para que o tratamento dê resultado.

Quem é o Aedes Aegypti?

O mosquito Aedes Aegypti é muito parecido com um pernilongo comum. Sua coloração é um pouco mais escura e possui listras brancas no corpo e nas patas. Costuma atacar as pessoas durante o dia. Vive e se reproduz em ambientes com água parada, limpa ou suja, próxima à habitação humana. Coloca seus ovos na parede de recipientes molhados.


Segundo uma pesquisa da Universidade de Campinas (UNICAMP), os locais de maior incidência de criadouros são os vasos (90% das ocorrências). Os demais representam 10% em ordem decrescente e incluem latinhas, copos descartáveis, caixa d´água, pneus, calhas, entre outros. Já foi provado que os ovos sobrevivem até dois anos sem contato com a água, mas assim que encontrarem condições favoráveis eles eclodem e dão continuidade ao ciclo de vida.

Ajude a exterminar esse inimigo!

Arranje um tempo, peça a colaboração de seus filhos (isso é treino de cidadania!), empregados, e arregace as mangas. Procure por recipientes com água - mesmo que seja pouca - no quintal, no jardim, nos depósitos, na garagem, até no terraço do apartamento. Verifique a caixa d´água e quaisquer objetos deixados na chuva, como brinquedos, por exemplo. Encontrou uma larvinha? ELIMINE! Jogue fora na grama do jardim ou na privada e dê a descarga. E jamais deixe água parada.


A proliferação do mosquito Aedes Aegypti também pode ser refreada se você colocar borra de café nos pratinhos de coleta de água dos vasos e dos xaxins, dentro das folhas das bromélias, etc. A cafeína funciona como um veneno e, quando a postura ocorre, impede desenvolvimento dos ovos daquele mosquito. Essa descoberta foi feita pela bióloga Alessandra Laranja, do Instituto de Biociências, Letras e Ciências Exatas da Universidade Estadual de São Paulo (UNESP) e o procedimento já está sendo recomendado pelo Serviço de Defesa Epidemiológica na região de Rio Preto. Afinal, borra de café, que é produzida todos os dias em praticamente todas as casas, tem custo zero, não é tóxica nem prejudica as pessoas e as plantas.

Envolva sua comunidade nessa caçada: os condôminos de seu prédio, vizinhos, amigos e parentes. De nada adiantará seu esforço na faxina se na casa ao lado da sua o trabalho de prevenção não for feito. Não esqueça: a dengue pode matar! E lembre-se de que TODOS os casos da doença, mesmo os disgnosticados por médicos particulares, devem ser comunicados às autoridades, por intermédio dos postos de saúde de sua cidade.


Comentário:    
       

Matérias relacionadas

   
Dicas para proteger seus filhos 26/03/2003 às 13:21:00

Principalmente as grandes cidades oferecem uma série de riscos para nossos filhos. Veja aqui dicas para protegê-los contra alguns problemas, como assalto e seqüestro.

   
A ditadura da violência 21/12/2003 às 22:24:00

Como os jovens poderão experimentar a tão sonhada liberdade vivendo num mundo extremamente violento e amedrontador? E os pais, conseguirão dormir tranqüilos com seus filhos soltos pela cidade?

   
Manual do ficar, especial para pais 17/06/2002 às 15:36:00

Para os pais que não viveram a onda do "ficar".

   
Como amamentar após o retorno ao trabalho 24/03/2006 às 13:42:00

A licença maternidade está no fim e logo você terá de voltar ao batente, mas não quer deixar de amamentar seu filho. O que fazer?

   
Morte, um assunto delicado... 13/02/2001 às 19:07:00

É muito freqüente, em nossa cultura, que temas como morte, sexualidade, doença, se transformem em grandes tabus provocando, nos pais, uma grande ansiedade quando se deparam com as perguntas de seus filhos. Isso é normal, portanto relaxe.