Terça, 23 de maio de 2017
Página inicial do clicfilhos.com.br
    

Educação Bilingue

Criando filhos para serem cidadãos do mundo!

Por Cida O´Sullivan *


Pais e filhos falam sobre suas experiências em entrevistas para o Clicfilhos. Confira!

Não há dúvida, vivemos na era do conhecimento no sentido mais amplo da palavra. Isto é, a educação não se restringe mais ao aprendizado acadêmico sendo afetada profundamente pela globalização de ideias, culturas e comportamentos.

Nesse sentido, a pergunta que nos vem à cabeça é: de que maneira estamos preparando nossos filhos para lidar com essa demanda de interação e de troca em um mundo que se torna cada vez mais uma aldeia global?

Aprendendo diferente sobre mundos diferentes

A educação bilíngue permite que esse processo aconteça naturalmente, porque aprender uma língua requer, principalmente, um entendimento da cultura da língua aprendida; que por sua vez, exige do aprendiz uma atitude de abertura e disponibilidade para entender os costumes e valores do outro que está inserido em um ambiente diverso daquele de quem está aprendendo.

Aprender sobre o outro nos traz referências e comparações e nos ajuda a ter, justamente, uma visão mais precisa do nosso lugar no mundo. Isto é importante porque desenvolve também uma conectividade com os assuntos que afetam todos nós no planeta como aqueles relacionados ao meio ambiente, economia, paz e justiça social.

Da mesma forma que a tecnologia aproximou as pessoas através da internet e das redes sociais, trazendo uma grande interação social, a educação bilíngue insere nossos filhos no cenário internacional e possibilita oportunidades para que possam atuar como cidadãos do mundo.

Contornando dificuldades para crescer.

Quando pensamos em educação bilíngue, às vezes nos deparamos com questões como:

- Será que uma educação bilíngue vai possibilitar que meu filho faça vestibular no Brasil se assim desejar?

Ou,

- Será que estou preparado para deixar meu filho sair do país e fazer universidade longe de casa?

Embora essas questões sejam relevantes, elas podem ser facilmente contornadas quando descobrimos caminhos alternativos para respondê-las sem perder de vista todos os benefícios que uma educação bilíngue pode trazer a um filho: seja através de intercâmbios ou mesmo fazendo um ano sabático (Gap Year).

Entrevistas de pais e filhos

Confira agora 5 entrevistas com pais e filhos sobre educação bilíngue. Esperamos que você e sua família aproveitem as informações que disponibilizamos aqui:

- Entrevista da Ana Louise, 19, estudante de Direito, Universidade de Trinity em Dublin, Irlanda. Estudou desde os 4 anos em escola bilíngue.

- Entrevista Rafaela Krasilchik, 19, estuda Propaganda e Marketing na Escola Superior de Propaganda e Marketing em São Paulo.

- Entrevista Dora Hennel, 20, estudante de Fashion Design, Universidade de Milão, Itália.

- Suely, mãe de João e Beatriz. João é estudante do 1º ano da Universidade de Direito da Fundação Getúlio Vargas (estudou em escola bilíngue) e, Beatriz é estudante do ensino médio em escola bilíngue.

- Mônica, mãe de Fernanda, 19, estudante do 2º ano de Medicina na Faculdade Anhembi/Morumbi (estudou em escola bilíngue dos 04 aos 14 anos).



* Cida O´Sullivan é empresária e mãe de duas crianças.


Comentário:    
       

Matérias relacionadas

   
Entrevista da Ana Louise 17/10/2012 às 22:12:31

Leia aqui o que os filhos têm a dizer sobre a educação bilíngue.

   
Entrevista da Rafaela 17/10/2012 às 22:33:57

Leia aqui o que os filhos têm a dizer sobre a educação bilíngue.

   
Entrevista da Dora 17/10/2012 às 22:39:23

Leia aqui o que os filhos têm a dizer sobre a educação bilíngue.

   
Entrevista da Suely, mãe do João e da Beatriz 17/10/2012 às 22:55:49

Leia aqui o que os pais têm a dizer sobre a educação bilíngue.

   
Entrevista da Mônica, mãe da Fernanda 17/10/2012 às 23:09:38

Leia aqui o que os pais têm a dizer sobre a educação bilíngue.