Sábado, 24 de junho de 2017
Página inicial do clicfilhos.com.br
    

Proteja sua casa quando for viajar


Você vai viajar nas férias ou no feriado com sua família e deixar sua casa desocupada por alguns dias? Fique atento a regras básicas de segurança que ajudam a proteger o seu patrimônio.

Férias escolares ou um feriado prolongado são sempre boas oportunidades para descansar com a família. Mas como podemos passar férias tranquilas sem nos preocupar com a casa ou outro patrimônio que deixamos para trás quando nos ausentamos por alguns dias?

Sabendo desta preocupação, que é de todos nós, o Clicfilhos foi buscar junto aos órgãos competentes dicas úteis para ajudá-lo a se prevenir e relaxar melhor em suas férias. Todas elas são, em geral, medidas de bom senso, mas que associadas a ações comunitárias formam barreiras que criam mais dificuldades para ladrões agirem impunimente. O espírito comunitário nesse momento é muito importante contar com o vizinho para dar uma olhadinha na sua casa ou observar movimentos suspeitos, representam ações simples que ajudam a aumentar a segurança.

Temos que lembrar, também, que a atuação da polícia é limitada e depende essencialmente de nossa ajuda para realizar melhor o seu trabalho. Quando notificamos a polícia sobre essas movimentações através do telefone 190, ou quando fazemos o boletim de ocorrência de um crime de qualquer natureza, estaremos ajudando a polícia a levantar dados estatísticos para reivindicar reforços para uma atuação mais pontual nas áreas críticas apontadas por estas estatísticas.

Portanto, leia com atenção estas recomendações abaixo e aproveite bem as férias com sua família!

1. Dificulte a vida dos ladrões. Instale grades nas janelas, alarme, olho mágico, trancas nas portas e nos alçapões de teto e habitue-se a usar esses recursos, principalmente à noite quando a casa estiver vazia.

2. Ao viajar, peça a alguém de confiança para que não deixe juntar correspondência na porta da casa. Peça a um vizinho que acione a polícia, caso observe movimento suspeito nas proximidades da sua casa, durante sua ausência. Você também pode deixar o seu número de telefone para contato ou mesmo contatá-lo para ver se esta tudo bem.

3. Os moradores de edifícios devem exigir discrição dos empregados do condomínio, principalmente para que não comentem com ninguém quais famílias estão viajando, quais apartamentos estão vazios ou quais os hábitos e horários dos moradores do edifício.

4. Não adianta deixar lâmpadas permanentemente acesas, para simular a ocupação da casa. É melhor pedir a um vizinho que as acenda só durante a noite ou instalar células fotosensíveis automáticas ou "timer".

5. Se suspeitar de que algum ladrão tenha entrado em sua casa, durante a sua ausência, não entre em casa: chame o 190 ou a base da polícia militar mais próxima do seu bairro, pois sempre é possível que os ladrões ainda estejam lá dentro.

6. Tenha anotado, em local seguro, o número de série de seus bens (TV, vídeo, som, armas, relógios, jóias, etc.). Em caso de furto, transmita esses dados ao policial militar ou civil. As chances de recuperá-los serão maiores e ainda poderão ser úteis se você precisar acionar o seguro.

Outras dicas incluem:

- Suspender a assinatura de jornais e revistas no período em que ficar fora;

- Não comentar em lugares públicos sobre a viagem porque alguém mal intencionado poderá estar ouvindo e dar a dica para algum criminoso;

- Não deixar mensagem na secretária eletrônica avisando que está viajando;

- Colocar as malas no carro dentro da garagem, de forma que ninguém veja, ou, se não for possível, fazê-lo de forma discreta, para não dar sinais de que vai passar muito tempo fora.

- Os especialistas também recomendam a colocação de um sistema de alarme que dispara uma sirene caso o imóvel seja invadido. Alguns sistemas enviam mensagem para o celular do dono avisando sobre o problema e, desta forma, ele pode acionar a polícia.

Fontes: Policia Militar do Estado São Paulo e Distrito Federal

Fonte: G1 - Luísa Brito


Comentário:    
       

Matérias relacionadas

   
Abuso sexual contra crianças 14/08/2004 às 14:27:00

Na grande maioria dos casos de abuso sexual contra crianças, o agressor é um parente ou conhecido da família. O que fazer para evitar essa ameaça que parece tão próxima?

   
Sem pressa para sair de casa 19/07/2003 às 10:49:00

Hoje em dia, é comum que filhos continuem morando com os pais, mesmo depois de adultos. É a chamada "geração canguru"!

   
Como amamentar após o retorno ao trabalho 24/03/2006 às 13:42:00

A licença maternidade está no fim e logo você terá de voltar ao batente, mas não quer deixar de amamentar seu filho. O que fazer?

   
Um dia no museu 03/05/2013 às 17:49:24

Saiba como aproveitar ainda mais a sua ida ao museu com as crianças! Entretenimento, conhecimento e cultura em um só lugar!