Domingo, 07 de março de 2021
Página inicial do clicfilhos.com.br
    

Histórias de Natal


Você gosta de histórias de Natal? Então você vai adorar as enviadas pelos usuários do Clicfilhos para o concurso "Anja de Natal".

No Natal de 2009, o Clicfilhos organizou um concurso cultural para presentear seus usuários com uma Anja de Natal - uma bonequinha de pano feita pela artesã Maria Lúcia Monteiro Ludke, que carrega consigo historinhas de Natal para a família ler e preparar o espírito para a grande festa do dia 24 de dezembro.

No concurso, convidamos os usuários a compartilharem conosco suas histórias, músicas e receitas de Natal. Os nomes dos ganhadores foram divulgados no dia 02 de dezembro. Se você ainda não conferiu, clique aqui.

Apesar de apenas um usuário ter sido premiado na categoria "Histórias de Natal", todas as mensagens recebidas são muito bonitas, e é por isso que o Clicfilhos vem compartilhar com você as histórias recebidas das pessoas que participaram do concurso. Leia, abaixo, as histórias de Natal dos nossos usuários! No final, confira o link para a página com as receitas recebidas.

Amigo Secreto

Não tinha muita idéia do que dar de presente para o meu amigo secreto. Revirando a bagunça do meu quarto, encontrei várias fotos de passeios que fizemos durante os anos de convívio na faculdade. Mandei fazer um quadro enorme com as fotos de todos os nossos colegas com o título "AMIGOS PARA SEMPRE!". Já se passaram 15 anos e ele pendura até hoje na sala de sua casa com muito carinho.

Kiochi Matuchita


Ué, mas cadê o seu presente?

Véspera de Natal, a cidade de Valente, interiorzinho da Bahia, mesmo que muito pequena entrava neste clima: pessoas saíam às ruas para comprar seus presentes - quer fossem para amigo oculto quer fossem para presentear filhos, sobrinhos pais, afilhados... E como não podia ser diferente, lá estava eu em busca do presentinho ideal para cada pessoa que desejava homenagear nesta data.

Depois de um bom período caminhando, faltava apenas um presente para o pequeno Mateus, meu afilhado. Eis que encontro um jogo de boliche. Certa da escolha do presente, volto para casa contente, com minhas poucas, mas significativas sacolas. Restava apenas uma coisa: como dar para Mateus o presente, e ele acreditar que teria sido o Papai Noel que havia lhe mandado?!

O retorno para casa foi mais angustiante do que a expectativa de encontrar os presentes. Eis que um insight me ocorreu! Claro! Diria a Mateus que Papai Noel me encontrara no caminho e solicitara-me que desse a ele o presente, uma vez que havia muitas crianças para ele poder entregar os presentes. Assim fiz.

Chegando a noite, fui visitar Mateus com o presente e o discurso pronto.

- Sabe quem encontrei quando estava vindo para casa?

- Não! - disse o garotinho - Quem foi, dinda?!

- O Papai Noel! Respondi, emendando - E ele lhe mandou este presente, pois tinha muita casa para ir, e ficou com medo de não dar tempo de lhe dar o presente de Natal.

Alegre, com os olhinhos brilhando, Mateus abre o presente e sem demora começa a brincar. Enquanto eu, satisfeita, vendo que a minha conversa havia sido aceita, fui para casa.

Meia hora mais tarde, Mateus aparece ainda com o brinquedo na mão, e fica por ali observando os últimos ajustes para a ceia de Natal, mas para meu espanto ele me aborda:

- Dinda - chamou-me com uma "vozinha" de vergonha.

- Oi, pequeno!

- Este presente aqui é do Papai Noel, mas cadê o seu presente? Você não vai me dar não é?

Respirei fundo e disse a ele que só o daria depois de meia noite. Claro que neste horário ele já havia dormido.

Lívia Oliveira Nascimento Araujo


Imã de geladeira

Meu filho havia feito um enfeite para geladeira com ímã, e estava procurando algo que pudesse presentear minha mãe, quando ele falou:

- Mãe, você não acha que a vovó gostaria de ganhar este presente?

E eu respondi:

- Acho sim filho, mas esse não foi feito para mim?

- Foi, mas você não vai ficar feliz dela receber esta mensagem?

- Muito feliz, principalmente por você ter dado de coração!!

A mensagem dizia: "Para que você nunca se esqueça de mim, com amor Lucas".

Entregamos o presente na noite de natal e ela chorou bastante de
alegria, agradecendo muito!!!!!


Papai Noel dos Correios

No Natal passado, mamãe escolheu três cartinhas no correio da nossa cidade, de 8 crianças que pediam material escolar da lista da escola. Papai Noel sempre me traz o presente que eu peço, mas para essas crianças, a mamãe deu uma mãozinha. Ele estava com muitas entregas para fazer. Teve de tudo, até guloseimas. Embrulhamos com papel bem bonito e levamos para o carteiro entregar. Eu pediria um monte de brinquedos. Foi bem legal e acho que elas ficaram bem felizes. Você não acha?


Giovanna Tescaro Silva


Natal feliz

Semana de Natal de 2005. Meus filhos, meu marido e eu estávamos emocionados para comprar os presentes de Natal. Compramos para todos nossos entes queridos. Só que conversando com meu marido, resolvemos dar, além do presente que compramos, um presente engraçado para cada um de nossos filhos. Embrulhamos e colocamos embaixo da árvore para serem abertos só à meia noite. Todos curiosos durante a semana, pois aquelas caixas não tinham sido colocadas por eles. Então, de quem seria?

Quando chegou a meia noite todos se reuniram em volta da árvore. Distribuímos os presentes primeiro, aquela festa, mas aqueles outros eram mais interessantes. Quando fomos distribuindo os presentes engraçados fizeram mais sucesso e causaram muitos risos. Os presentes foram: para o mais velho uma buzina, pois era muito chorão, para o segundo, uma chupeta, para a terceira um cobertor e para a última uma lata de milho de 2 litros, pois ela é vidrada por milho, foi uma risada só. Precisavam ver a felicidade dela.
Foi o Natal mais feliz que passamos.

Vera Gigliotti


Papai Noel dos Correios II

Foi quando soube das cartas que o correio recebe, fui até a agência da minha cidade, li várias cartas,e me deparei com a de uma menina de 8 anos que pedia uma boneca grande, com longos cabelos, e sei o quanto é gostoso ganhar uma boneca, eu tive a Anda Neném, era linda ... Fiz um bilhetinho carinhoso, embalei e entreguei ... Foi um ato de amor anônimo mas me senti muito feliz.


Kit escolar

O presente mais bacana que já dei em minha vida foi um kit escolar. Na rua que eu morava até o ano passado morava uma garota muito inteligente porém muito carente, e resolvi dar a ela este presente porque ela escreveu que gostaria de ganhar um caderno rosa de capa dura, como das colegas, e ter canetas coloridas. Nunca me senti tão bem! Eu como professora não poderia perder uma oportunidade de incentivar ainda mais uma criança.


Reunindo gerações

O presente mais bacana que eu dei foi uma festa de NATAL para 4 gerações com o objetivo de resgatar o seu verdadeiro Espírito. Um teatro vivo se organizou ao redor do presépio relembrando a vinda do Cristo, onde cada convidado relembrando seu próprio nascimento nesta linha do tempo e pôde resgatar a mensagem que a vinda do Cristo nos trazia: a Fraternidade e a Paz que aquele encontro retratava.


Pilhas de rádio

Durante uma visita a uma entidade para idosos carentes, notei que os homens, todos acima dos 65 anos, na maioria cadeirantes, talvez pela limitação física distraiam-se ouvindo rádio, assim conseguiam obter notícias do mundo lá fora e alimentar a alma com a música. E notei que um vovô estava quietinho com seu rádio desligado, ofereci muitas coisas e ele se negava a aceitar qualquer coisa, ficando apático.

Aquele rosto não me saiu da cabeça, resolvi fazer outra visita e levar um rádio novo de presente, quem sabe isso o deixaria mais animado. Para meu espanto, ele não aceitou o rádio de presente, ele disse:

- Filha eu só queria as pilhas, você poderia me arrumar duas?

Tirei as pilhas do rádio novo e ajudei-o a colocar as pilhas em seu rádio, decorado com suas digitais, enquanto ele abria um sorriso maroto, daqueles que os garotos de doze anos costumam mostrar quando aprontam alguma...

Esse foi o presente mais emocionante que dei!


Eu de Papai Noel

O melhor presente que pude dar foi para os meus filhos, quando já não acreditavam mais em Papai Noel. Tivemos um ano difícil e fomos passar o Natal na praia, para não ficar desanimado ou sem graça, resolvi ser Santa Claus. Quando apareci na sala, com a barriga de almofada, vestida de Papai Noel com barba e havaianas... Os olhinhos dos dois começaram a brilhar e simplesmente a noite ficou maravilhosa.


Palavras de amor

No Natal de 2004, dei à minha mãe um presente bem diferente. Ela estava se queixando que estava sem dinheiro para comprar os presentes de Natal para os filhos, netos, enfim... Tratei logo de presenteá-la com algo que mostrasse a ela o quanto era importante para mim. Comecei a escrever uma "big" carta com centenas de "nada vale mais para mim do que o seu amor". Escrevi mais de cem vezes essa frase. Na noite de Natal, entreguei a ela e expliquei que mais vale um presente simples recheado de amor, do que algo caro só pra impressionar. Ela amou e guarda a carta com muito carinho até hoje!!


Videogame

Aos 43 anos Deus me deu um presente maravilhoso que hoje está com 6 anos.

Ele acredita em Papai Noel, acorda e conta que viu o barulho do Papai Noel e viu ele indo embora pela janela.Todo ano alguém da família se veste de Papai Noel e antes da ceia vai a casa da minha mãe entregar os presentes. Ele fica hiper emocionado, os olhos brilham. Só que o daqui de casa ele ganha aqui e o Papai Noel que deixa na árvore. Ano passado ele queria um videogame. Sonhava com o vídeo... falava dormindo... era o sonho dele.

Chegando em casa depois de muito custo foi dormir. Separei os acessórios do videogame e coloquei na árvore, e o principal embaixo da cama dele. Era 4h, ele acordou e foi correndo ver se já estava o presente. Quando ele viu foi uma alegria, os olhos dele estavam cheios de lágrimas, ele pulava, sem acreditar. Só que ele não viu o principal no quarto, aí veio a tristeza: como jogar se não tinha o console? Quando ia começar a chorar, falamos para ele ir ver se não estava no quarto e ele foi. Aí ele ajoelhou e agradeceu a Deus por ele ter ganho o sonhado presente. Chorei muito por poder realizar seu sonho e por outras que também tem sonhos e não são realizados.

Rosa Maria


Papagaio

Olá, meu nome é Queila e o presente mais bacana e mais original que eu já dei, foi um papagaio para o meu marido no Natal. A idéia surgiu quando ele comentava de um vizinho que ele tinha quando era pequeno que possuía um papagaio que conversava o tempo todo. Ele falou com tanta empolgação em como seria se ele tivesse um, como iria chamá-lo, o que iria ensinar ao papagaio, como ele andaria pela casa, etc. Então, eu não resisti. Fiquei pensando em como compraria, onde? Fiz pesquisas e decidi: vou comprar esse papagaio para o meu marido. E assim eu fiz. Ele ficou super feliz e surpreso ao mesmo tempo. Acho que foi uma noite inesquecível, o difícil foi esconder o bicho durante 2 dias sem que ele percebesse, mas, no final deu tudo certo.


Natal

A minha história é muito triste, minha mãe morreu em 02/02/2009 de infarto fulminante, o bom que nunca passei um Natal longe dela, queria simplesmente passar uma mensagem, que ninguém perca tempo na vida, só pensando no consumismo, na disputa, o nosso maior tesouro é a família, é Deus, aproveitem o Natal perto das pessoas que vocês amam, pois talvez um dia não terá mais jeito.

Janete Brandão


Nossa história de Natal

É memorável a lembrança desse Natal, que aconteceu na família de tios mais ou menos no ano 1995. Eu estava na casa de tios, e tias, tias indiretas e nos reunimos para um amigo oculto, famílias de rendas médias e baixas e até mesmo integrantes sem presente ou dinheiro. O que marcou foi o empenho de todos em doarem e darem o melhor de si no presente, naquele momento até mesmo para aquela pessoa que estava sem presente foi improvisado um presente, que eu bem me lembro que era para um tio humilde, tio Zé, ele recebeu uma caneca de presente e sorriu todo feliz. E todos trocaram presentes e se abraçaram, e viram filme naqueles momentos que se eternizam e parecem não passar. A conversa se estendeu até mais tarde e um delicioso e farto lanche foi oferecido, me lembrou o verdadeiro Natal em que JESUS veio como presente para os seus e os seus não aceitaram então ele se tornou presente para todos indiscriminadamente, e houve felicidade pelo nascimento dele na terra e muitas vezes ele tornou-se fartura nas curas de surdos, cegos, leprosos, no pão e peixe esse é o verdadeiro exemplo de vida e sentido do natal.

Jussara Amâncio de Paula Silva

Concurso Anja de Natal Receitas

Confira aqui as Receitas do Concurso Anja de Natal do Clicfilhos


Comentário:    
       

Matérias relacionadas

   
Natal solidário 03/12/2007 às 17:42:00

Natal é tempo de alegria e de solidariedade. Conheça algumas campanhas com as quais você e sua família podem colaborar para tornar o Natal de muita gente mais feliz!

   
Histórias da Arte para crianças 08/11/2012 às 18:49:50

Não tem jeito melhor de conhecer a vida e a obra de artistas contemporâneos brasileiros! Não deixe de levar seu filho!

   
Milho, o rei dos cereais. E da garotada! 15/09/2003 às 20:36:00

O milho faz um enorme sucesso entre as crianças e, além de saboroso, é muito nutritivo. Aprenda a fazer doces e salgados deliciosos com esse cereal. As receitas são da turma do Sitio do Picapau Amarelo!

   
Viajando com as crianças 06/06/2001 às 16:39:00

Viajar com crianças não é uma tarefa fácil. Ao contrário, é um desafio! Mas se você se preparar para tal missão, verá que horas na estrada, com a família toda fechada num carro, podem passar bem rapidinho.

   
Nossa mensagem de Natal 21/12/2012 às 18:16:21

Ilustrada pelo Gilson Nascimento - usuário do Clicfilhos!