Domingo, 23 de julho de 2017
Página inicial do clicfilhos.com.br
    

Realizando desejos

Por Carla Oliveira *


Conheça a Make-A-Wish, uma organização sem fins lucrativos que realiza os desejos de milhares de crianças e jovens portadores de doenças que possam colocar sua vida em risco.

Jaíne tem sete anos e sofre de câncer. Seu sonho era conhecer o mar. Nina tem 16 anos e também tem câncer. Ela adora cozinhar e tinha muita vontade de conhecer o famoso chef de cozinha Alex Atala. Já Lucas, de dez anos e portador de leucemia, queria muito ganhar um Gameboy. A história dos desejos de cada um deles teve final feliz! Jaíne passou um dia na praia de Guarujá, Nina cozinhou ao lado do ídolo e Lucas ganhou o presente tão desejado.

Tudo isso só foi possível pela ação da Make-A-Wish Brasil, uma ONG que se dedica a realizar os desejos de crianças e jovens de 3 a 18 anos portadores de doenças que possam colocar sua vida em risco. A Make-A-Wish Brasil, fundada em 2008, é filiada a Make-A-Wish Internacional, que existe desde 1980 e hoje está presente em 33 países.

A idéia surgiu na cidade de Phoenix, nos Estados Unidos, com a realização do desejo de Chris Greicius, um garoto de oito anos que sofria de leucemia e queria ser policial. Sua mãe, alguns policiais da cidade e amigos então uniram suas forças e organizaram uma surpresa para Chris. Durante um dia inteiro, o garoto vestiu farda de policial, trabalhou na delegacia, andou de carro oficial e viveu a experiência que tanto sonhara.

A iniciativa de montar uma filial da organização no Brasil partiu do empresário Salim Tannus, que viveu nos Estados Unidos e lá conheceu o trabalho da Make-A-Wish. Nessa empreitada, o empresário contou com a parceria de irmã, Leda Tannus, que hoje é diretora-executiva da ONG. "Como profissional da área da saúde sei como é importante para uma criança doente e sua família, que chamamos de doentes coadjuvantes, resgatar a sua capacidade de sonhar" conta Leda, que é formada em Enfermagem. "Por isso comprei essa idéia junto com o Salim", explica.

A Make-A-Wish Brasil tem hoje 120 voluntários treinados e já realizou 15 desejos: 12 do Brasil, um da Holanda e dois da Argentina. Um dos estrangeiros contemplados é Agustín, um garoto argentino de oito anos que veio ao Brasil assistir uma corrida de Fórmula 1. Leda conta que duas das crianças atendidas faleceram algum tempo após a realização do desejo. "Mas, gostaria de deixar claro que não atendemos somente doenças terminais; às vezes, as crianças estão em processo de controle da doença, porém, em alguns casos, elas estão em estado grave", esclarece.

Como participar?

Para que uma criança possa participar, seus pais ou responsáveis ou sua equipe médica devem enviar um e-mail ou preencher um formulário de inscrição no site www.makeawish.org.br. É necessário que a equipe médica ateste a aptidão física da criança. A partir daí, os voluntários da organização buscam viabilizar o desejo, entrando em contato com patrocinadores e pessoas que possam ajudar.

Se você quer colaborar com o projeto, pode ajudar de diversas formas. Há possibilidade de fazer doações em dinheiro, tornar-se um voluntário ou colaborar em um desejo específico. Leda enfatiza que a realização dos desejos, além de ser importante para as crianças, faz bem também a quem possibilita que esse desejo seja alcançado. "Além de dar alegria, recebemos o mesmo em troca", finaliza.


Comentário:    
       

Matérias relacionadas

   
Oncologia Ginecológica e GRAACC 09/09/2014 às 09:12:01

Se você é profissional da saúde, este livro lhe interessa.

   
Aprendiz de Maestro 01/09/2014 às 17:39:04

Convide seus filhos para assistir à série O Aprendiz de Maestro, produzida pela TUCCA - uma ONG que dá assistência a crianças com câncer. Ao mesmo tempo em que se divertem, vocês ajudam a quem precisa.

   
Natal solidário 03/12/2007 às 17:42:00

Natal é tempo de alegria e de solidariedade. Conheça algumas campanhas com as quais você e sua família podem colaborar para tornar o Natal de muita gente mais feliz!

   
Sol na medida certa 29/01/2001 às 14:13:00

O sol faz bem à saúde, mas nada de exageros. Nem muito nem tão pouco. Conheça os segredos para manter a pele de seu filhote bem cuidada e longe das agressões das queimaduras.

   
Solidários desde a infância 05/04/2001 às 16:29:00

Você sai de carro com seu filho. Ao aproximar-se de um sinal, uma criança se aproxima da janela e, rapidamente, você fecha os vidros. Seu filhote fica supreso, parece não entender o que se passa. Como falar de nossos medos? Como explicar o inexplicável?